sábado, 13 de janeiro de 2007

[House] 3x11 "Words and Deeds"

House se esforça para evitar sua prisão, enquanto isso a equipe assume o caso de Derek Hoyt, um bombeiro sofrendo com flutuações na temperatura corporal e desorientação e, além disso, possui um segredo tão bem guardado que ele arriscaria sua vida para evitar que ele seja revelado.

Finalmente temos o desfecho do embate entre House e Tritter.
House está desesperado. Ser preso se tornou uma ameaça bem real e o doutor terá que fazer o impossível se quiser se livrar dessa. Suas tentativas incluem um pedido de desculpas a Tritter e reabilitação. Me pareceu óbvio que ele só fez essas coisas como medidas de desespero frente a uma condenação praticamente certa, afinal Tritter tem provas de que House roubou medicamentos. A reabilitação garante algumas momentos divertidos, mas o mais interessante foi o pedido de desculpas do House para o Wilson, já estava na hora, diga-se de passagem.

House modelando um intestino na clínica de reabilitação.

E falando no pedido de desculpas, ele gerou uma cena bem interessante: Cameron abraçando House depois de saber que ele havia pedido desculpas a Wilson e House reagindo indiferentemente. Admito que gostei da cena, afinal, na minha opinião, o House combina muito mais com a Cuddy.


As minhas expectativas para o julgamento eram grandes, esperava mais. Ele pareceu corrido, não teve muita emoção, a juíza foi boazinha demais com o House, ele atendeu um telefone e saiu no meio do julgamento e a juíza continua sem ele e a punição é só uma noite na cadeia? Um pouco forçado isso...

"Já volto!"

O final do julgamento foi algo que me decepcionou bastante. Cuddy fabricando evidências para livrar a cara do House, a juíza aceitando sem maiores questionamentos e um Tritter sem graça dizendo "espero que eu esteja errado sobre você" foi uma conclusão decepcionante. Um personagem que ficou boa parte desse início de temporada no encalço do House e despertou ódio em muitos fãs da série com sua perseguição insana merecia uma saída mais digna. Valeu só pelas tiradas do House, principalmente quando ele atendeu o telefone no meio do julgamento.

"OK, você venceu!"

Quanto ao caso, apesar de não ter sido muito desenvolvido, achei interessante apesar de alguns probleminhas. A primeira suspeita é infecção hospitalar. Derek é posto em isolamento e acaba revelando a Cameron que ele está vendo tudo azul. House descarta a infecção e propõe como problema menopausa masculina ( baixo nível de testosterona e alto de estrogênio), causada por queimaduras na região genital, uso de viagra explicaria a visão azulada. Enquanto está recebendo um tratamento de hormônios, Derek tem um ataque de fúria.


Derek começa a ter ataques cardíacos. A equipe percebe que Amy, colega de trabalho e amida de Derek, estava presente quando todos eles aconteceram. Ela é a causa dos ataques. Ele afirma que está apaixonado por Amy, mas ela tem uma filha de seis anos com o irmão dele e ambos estão noivos. Derek está sofrendo de coração partido.

Antidepressivos não podem ser usados, pois acabariam piorando a situação do paciente. A idéia então é usar terapia de eletrochoque, assim causando uma perda de memória permanete, fazendo Derek esquecer de Amy e seu irmão. O Processo é bem sucedido, mas um detalhe vem a tona: Amy e o irmão de Derek não são noivos, muito menos estão namorando. As memórias eram falsas; um nova sintoma para a lista.

O que eu não consigo entender é como foram sugerir o eletrochoque sem nem ao menos ter confirmado sobre o noivado. Parece que a equipe ainda não aprendeu que everybody lies.


Um teste revelou que o fluxo de sangue na espinha não era normal. Havia um tumor na região que estava comprimindo os vasos sangüíneos e afetando o fluxo de sangue para o cérebro, o que causou as falsas memórias. Removido o temor, o fluxo volta ao normal e Derek ficará bem, exceto, é claro, pela perda de memória.


O episódio termina com uma visita de Cuddy e Wilson a House. Cuddy avisa: agora que livrou House do julgamento, ele vai ter que cumprir o dobro de tarefas na clínica, dar palestras a estudantes (será que teremos um novo Three Stories?) e tudo mais que ela quiser. Além disso, também ficamos sabendo de algo interessante: House estava recebendo Vicodin o tempo todo durante sua estadia na clínica. Nada mudou. Porém, ao menos o pedido de desculpas foi sincero.


Música do episódio: Season of the Witch, Donovan.

Allan

Nenhum comentário: