segunda-feira, 17 de setembro de 2007

[Filme] O Grande Chefe, Em Busca da Vida, Paprika e Away from Her

A safra 2007 de filmes não anda nada boa, principalmente se comparada a de 2006. Em meio a ótimos filmes como O Labirinto do Fauno, A Vida dos Outros, Cassino Royale, entre outros, alguns ótimos filmes passaram despercebidos. É de alguns desses filmes que vou falar aqui, mais exatamente quatro deles: O dinamarquês O Grande Chefe, o chinês Em Busca da Vida, o japonês Paprika e o americano Away from Her.

O Grande Chefe


No início do filme, Lars von Trier avisa, enquanto vemos seu reflexo difuso: "Você vê meu reflexo. Mas este filme não irá te causar mais do que uma reflexão momentânea. Prometo que esta aqui é uma comédia tão inofensiva quanto.” Realmente, O Grande Chefe não é um filme profundo ou inovador, mas é uma ótima comédia, pontuada pela ótima atuação de Jens Albinus (O chefe de todos).

A história é o principal aqui. Ravn (Peter Gantzler) é o dono de uma empresa que criou um "chefe de todos", um personagem imaginário que comanda a empresa dos EUA, como uma desculpa para seus desmandos. Quando está prestes a vender a empresa para um islândes, Ravn vê-se obrigado a contratar um ator para interpretar o "chefe de todos" frente ao islândes, que insiste em conhecer o dono da empresa.

Kristoffer é o ator escolhido. Um ator fracassado, Kristoffer se entrega ao papel, interpretando com paixão e se apegando aos funcionários e a realidade da empresa. Tudo fica mais interessante quando ele descobre maiores detalhes sobre o "chefe de todos", como os e-mails que eles enviou a cada funcionário e quais são as cláusulas da venda.

Site oficial: http://www.direktorenfordethele.dk/index_uk.html

Em Busca da Vida


Em "Em Busca da Vida", temos duas histórias paralelas. Uma delas é a história de Han Sanming, interpretado por um ator de mesmo nome, um minerador que parte em busca de sua ex-esposa e a filha, que não vê há dezesseis anos, desde que ambas partiram com ajuda da polícia, quando descoberto que Han havia comprado a esposa. A outra história é a da enfermeira Shen Hong (Tao Zhao), que vive um casamento fracassado graças ao descaso do marido, que ela não vê há dois anos.

Enquanto acompanhamos a história dos dois, vemos a paisagem e a realidade dos habitantes das regiões próximas, incluindo algumas que serão alagadas, à barragem das três gargantas. Pobreza, incompetência do governo para realocar os desabrigados, construções sendo destruídas... A verdadeira China, a China pobre, não o país industrializado das grandes cidades, passeia na tela enquanto as histórias se desenrolam.

Paprika



Paprika é um ótimo desenho japonês, com um belo traço e uma ótima história, que explora o mundo dos sonhos e a realidade, com toques de psicodelia.

Mini DC é um dispositivo experimental que permite aos psicólogos entrar nos sonhos dos pacientes e, com isso, ajudá-los a enfrentar traumas e males psicológicos. Três desses dispositivos, que ainda não estão terminados, são roubados, e usados para induzir sonhos nos cientistas da equipe de desenvolvimento. A Dra. Atsuko, que assume a personalidade de Paprika no mundo dos sonhos, parte em busca dos ladrões, enquanto a linha entre sonhos e realidade vai se tornando cada vez mais tênue, culminando em uma quase fusão dos dois mundos.

Site Oficial: http://www.sonyclassics.com/paprika/

Away from Her



Away from Her é uma das mais belas histórias de amor a aparecer no cinema nos últimos. Grant é um homem em torno dos seus 60 anos, que tem que lidar com o mal de Alzheimer que está afetando sua mulher, Fiona.

O filme acompanha o casal desde os primeiros sinais da doença até a inevitável internação, com conseqüências dolorosas para Grant. O nome do filme (longe dela em português), vem da separação do casal, casados a quarenta e quatro anos, e que nunca passaram nem um semana separado. Grant terá que passar um mês sem falar com Fiona depois da internação, e quando ele finalmente volta a ter contato com ela, tem uma surpresa desagradável. Mas o seu amor não diminui nem um pouco.

Away from Here não trata só do mal de Alzheimer, trata também do papel da memória em relacionamentos de longa duração. Grant e Fiona passaram maus momentos, momentos que preferiram esquecer, não foram felizes a vida toda, como todo casal. Memórias de alguns desses maus momentos, e também dos bons, vem a tona com o esforço de Fiona para não esquecer, na primeira metade do filme.

A segunda metade é mais em Grant, como o amor dele insiste em não morrer, nem diminuir, mesmo sabendo que a Fiona com quem ele se casou não existe mais. Fisicamente ela continua a existir, mas as memórias delas se foram, os momentos que passaram juntos, o amor, para ela não existe mais. Um belo filme, com uma grande beleza visual e muita poesia, o melhor dos quatro que comentei aqui e, sem dúvida, obrigatório para os fãs do bom cinema.

Site Oficial: http://www.caprifilms.com/awayfromher/



Allan

Nenhum comentário: