quarta-feira, 7 de novembro de 2007

[How I Met Your Mother] 3x05 "How I Met Everyone Else" e 3x06 "I'm Not that Guy"

3x05: Finalmente um episódio no esquema clássico da série. Nenhuma divisão entre Ted e Robyn, apenas uma história que envolve todos os personagens e nos fazer conhecer mais do passado deles, mais exatamente, como se conheceram.


O episódio se passa quase todo no McLaren's, com Ted apresentando uma garota que acabou de conhecer e da qual ele não lembra o nome, chamando a apenas de Blah Blah, aos amigos. Como o título do episódio indica, não é Blah Blah o mais importante, mas sim como todos se conheceram (exceto Robin, afinal na primeira temporada ficamos sabendo como ela conheceu a todos). Blah Blah acaba servindo apenas de "filler", trazendo alguns poucos momentos engraçados, como a "Vickie Mendoza Diagonal on the Hot-Crazy Scale" e a história de como Ted conheceu ela. Quem imaginaria que foi jogando World of Warcraft?

Todas as histórias de como se conheceram foram divertidas, mas a melhor foi a história de Ted-Lily. Achei curioso os apelidos que ambos tinham e, é claro, os sanduíches. Boa sacada dos roteiristas para um substituto. A história Ted-Barney também foi ótima. Barney realmente não mudou nada desde 2001.

3x06: Nesse episódio temos duas histórias acontecendo em paralelo: a busca de Ted pelo seu xará, ator pornô, e o dilema de Marshall, se aceita ou não um emprego na Nicholson, Hewitt e West.

"Lance Hardwood, Sex Architect"


Marshall e Lily dominaram esse episódio. Lily com seu segredo sobre suas dívidas e Marshall com sua indecisão. Foi muito engraçado ver Jeff usando técnicas dicas do Barney para seduzir Marshall a aceitar o emprego. A compulsão por compras de Lily foi uma boa maneira para explicar como alguém com um salário como o dela consegue comprar roupas daquele preço, coisa que geralmente passa despercebido na maioria das séries.

A história do ator pornô Ted Mosby foi "filler", mas garantiu momentos muito engraçados, como a entrevista que Ted deu por engano e o novo filme dele "Lance Hardwood, Arquiteto do Sexo". I'm Not that Guy consegue, com folga, ser o melhor episódio dessa temporada.

Allan

Um comentário:

Alexsandro Vasconcelos disse...

Tá aí uma série de comédia que todo mundo acha o máximo e eu não vejo nada demais. Não acompanho ela, portanto não posso comentar muito. Assisti o pilot achei um bom divertimento, mas isso não é o bastante para eu acompanhá-la.

Quanto a Heroes, postado mais embaixo, achei o episódio o melhor da temporada, mas me deixou um pouco decepcionado. Essa vazio nas ruas de novo?! Me fez lembrar a temporada anterior e me deu uma "síndrome de repetição". Matt conseguir trancar o pai naquela "casa" foi extremamente ridículo e previsível. Noah querendo tampar o sol com a peneira novamente. É realmente triste, mas eu creio que essa temporada vai destruir o seriado.

Abraço