quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

[Prison Break] 3x09 "Boxed In"

Prison Break volta da pausa de fim de ano com um novo episódio e a continuação do que vimos no mid season finale da série. Aqueles que esperavam a volta a forma da série (alguém ainda espera isso?) ou um grande episódio, se decepcionaram novamente. Boxed In está na média comparado aos episódios anteriores dessa temporada, mas muito abaixo dos melhores momentos da série.


Nove episódios se passaram, e ao ver o início desse nono episódio, surge a sensação de que nada saiu do lugar. Muitas coisas aconteceram, mas a trama principal não evoluiu praticamente nada. LJ continua em cativeiro, Lincoln não está nem um pouco mais perto de derrubar a companhia e Michael, Whistler, Mahone e os outros continuam em Sona. Se formos nos focar em detalhes, é impressão que fica é que os roteiristas perderam a criatividade e repetem um mesmo padrão, com apenas algumas pequenas diferenças: Lincoln tenta um novo truque para enganar Susan e a companhia e falha. Algo dá errado no plano de fuga de Scofield. Mahone sofre de abstinência. Há uma luta pelo poder em Sona. Quando, finalmente, teremos algum progresso?

O episódio continua de onde o episódio anterior parou, e sabemos para onde Michael é levado. Ele é torturado e obrigada a confessar, e aí as coisas começam a ficar ridículas. Scofield conta tudo sobre a companhia, o general verifica a história e passa a acreditar nele. Sendo a companhia uma organização secreta, como o general tem acesso a informações suficientes para confirmar a história de Michael? E as coisas ficam ainda piores. Depois de interrogar Whistler e prender Susan , mesmo sabendo do que ela e a companhia são capazes, Zavala a acompanha ao suposto cativeiro de LJ, com apenas mais um soldado para ajudá-lo. Obviamente ambos acabaram mortos. É difícil de acreditar que um general como Zavala fosse tão ingênuo. Algo curioso foi saber porque Michael contou tudo o que sabia ao general: vingança pela morte de Sara. Michael que sempre foi tão racional, dessa vez deixou se guiar pelas emoções e quase pôs tudo a perder. mais um daqueles momentos que é difícil de acreditar.


Ainda dentro da prisão, Bellick finalmente deixa de ser um coitado para voltar a ser o Bellick que sempre conhecemos. Essa mudança no comportamento dele e a vitória na luta contra Octavio foram um dos melhores momentos do episódio. No mais, nada de especial. Mahone voltou a prisão, dessa vez decidido a ficar limpo, o que com certeza garantirá mais cenas mostrando os sintomas de sua abstinência, o que eu duvido que alguém queira ver. T-Bag, por sua vez, quer seu lugar no grupo de fuga, mas suas tentativas nesse episódio não deram muito certo.


Por fim, do lado de fora, mais uma cena ridícula. Lincoln e Sucre fingem uma briga, insinuando que os dois se separariam, e conseguem enganar a companhia com isso, fazendo Susan oferecer cinqüenta mil a Sucre para continuar com Lincoln e vigiá-lo. Como conseguiram enganar a companhia tão fácil, é algo além da minha compreensão...

Na próxima semana: Quando Lechero perdendo sua autoridade em Sona, Sammy leva o plano de fuga de Michael a vir abaixo. Lincoln planeja um fim explosivo para Susan e Bellick pode vir a ter sua última luta.

Allan

Um comentário:

Comentarista Fuzii disse...

Allan, antes fosse incompressível PB para você pelo roteiro ser inteligente demais.
Antes fosse...