quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

[Caprica] 1x02 "Rebirth" e 1x03 "Reins of a Waterfall"

por Allan


Rebirth e Reins of a Waterfall são ambos os episódios de introdução, ótimos episódios de introdução é bom dizer, mostrando o universo onde tudo se passa, revelando motivações e introduzindo novos personagens. A série já mostrou que não é uma continuação de Battlestar Galactica mesmo compartilhando o mesmo universo, não há muito de sci-fi aqui, Caprica é um drama, mas a qualidade que a série apresentou agora é condizente com o que se esperava de Galactica.

Rebirth trata principalmente das conseqüências para as famílias Adama e Graystone do atentado terrorista que aconteceu no episódio piloto. A família Graystone descobre e tem que aceitar que sua filha participou do atentado, o que leva Amanda a fazer um discurso admitindo (erroneamente) que sua filha foi responsável pelo que aconteceu no trem. No mais, somos apresentados a família de Sister Clarice, membros do mesmo culto que Zoe fazia parte.

Algo que se destaca é o modo como estão tratando “Zoe2”, alternando imagens do Cylon com as de Alessandra Torresani. Achei uma ótima, torna mais fácil de simpatizar com a personagem ao mesmo tempo que traz de volta uma pergunta recorrente em Battlestar Galactica: os cylons são apenas máquinas, ou eles podem ser considerados pessoas?


Reins of a Waterfall mostra a família Graystone lutando contra o ódio e desprezo resultantes do discurso de Amanda em Rebirth e ficamos sabendo como Joseph e Daniel se tornam inimigos. Novos personagens também foram introduzidos no episódio e um pouco mais da vida de Joseph Adama é mostrado. Como o piloto já indicava, Joseph não é exatamente como as memórias de Bill Adama em Battlestar Galactica faziam crer. Algumas das motivações de Sister Clarice e do culto foram reveladas, mas as informações ainda são escassas e os propósitos do culto continuam nebulosos.

A volta do avatar de Tamara abre algumas interessantes possibilidades para serem exploradas em episódios futuros, já que ela não tem memórias e não sabe que vive em apenas um mundo virtual. Será que ela se tornará semelhante ao avatar de Zoe2, ciente de sua condição e capaz de tomar decisões e traçar objetivos, e assim ocupando algum papel mais central na história?

Fotos: Reprodução.


Allan
twitter.com/allanschnorr

Um comentário:

Adelson (TD Séries) disse...

Olá, Allan!

Que bom ver mais alguém escrevendo sobre Caprica. Já estava me sentindo isolado nessa missão!

Também estou gostando muito de Caprica. Como você bem disse, temos as qualidades de BSG aplicadas num bom drama.

Gostei muito também da abordagem ao mostrarem a dupla face de Zoe/Cylon. Isso não nos deixa esquecer que por trás daquele corpo metálico ainda há a consciência de uma pessoa.

Caprica vem conseguindo unir uma boa história a um elenco competente, o que promete tornar as coisas muito interessantes.

Um abraço!