quarta-feira, 24 de março de 2010

[Chuck] 3x10 Chuck vs. the Tic Tac

por Allan

Chuck vs the Beard
, episódio da semana, foi um episódio excepcional, o que tornou uma difícil tarefa o episódio dessa semana não decepcionar em comparação. Chuck vs. the Tic Tac, porém, obteve exito. O tom leve do episódio anterior ficou para trás dando lugar novamente ao tom dark, que vem crescendo desde o início da temporada, o que combinou perfeitamente com um episódio centrado em John Casey. Casey sempre pôs o dever acima de seus sentimentos, evitando que eles interferissem em seu julgamento e o impedissem de cumprir seu objetivo. Chuck vs. the Tic Tac foi um grande teste para Casey, obrigado a trair seu país para salvar uma figura de seu passado.

Chuck vs. the Tic Tac acaba com o mistério cercando grande parte do passado de Casey. Nos é revelado que, assim como Sarah, Casey também usa um nome falso: ele realmente se chama Alexander Coburn. Casey abandonou seu verdadeiro nome após forjar sua própria morte como condição para ser recrutado como membro da NSA. Além do nome, Casey também abandonou Kathleen, sua noiva, a quem a aliança ameaça matar caso ele não entregue uma pílula que inibe as emoções de quem a toma.

Nos últimos episódios o mundo da espionagem vinha tomando cada vez mais espaço, e aqui não foi diferente. Logo no início do episódio Chuck, Casey e Sarah invadem uma instalação do governo como parte de um treinamento, uma oportunidade para Chuck mostrar suas novas habilidades e para Casey roubar a pílula que a aliança deseja. O treinamento foi um dos muitos pontos altos do episódio, mostrou uma ótima química entre o trio e funcionou como uma breve imersão no mundo da espionagem para onde Chuck se encaminha. Porém, a pílula estar guardada na base em que o trio invade e logo na última sala do treinamento foi uma coincidência demais até para os padrões da série. Chuck entregar Casey também não foi muito convincente, após tanto tempo participando de missões se esperasse que ele ao menos não fosse tão inocente assim.

A ação nesse episódio teve qualidade comparável ao melhor da série até agora, algo que não havia ainda acontecido nesta temporada. Chuck e Sarah, quando sem Casey, não mostram a mesma química da temporada passada, mas como a maior parte da ação aconteceu com os dois separados, isso não afetou muito o episódio. A negociação de Casey com seu antigo general teve um desfecho esperado, afinal não seria John Casey se as coisas não terminassem deste modo. A seqüencia de luta entre Chuck e os membros da aliança foi ótima, porém, aqui o desfecho também foi previsível, com Chuck resistindo aos efeitos da pílula a pedido de Sarah e, diferente do caso de Casey, esse desfecho não agradou. Foi interessante ver que Chuck pode chegar a matar alguém com suas próprias mãos se necessário, mas ver ele resistir aos efeitos da pílula devido ao pedido de sua amada é muito clichê.

No mais, Morgan voltou a se portar como um idiota e a seqüência em que ele espiona Casey trouxe todo meu ódio por ele de volta. Porém, admito que a cena em que ele e Awesome confessaram um ao outro que conheciam o segredo de Chuck foi bem legal.


Allan
twitter

Um comentário:

Ribas disse...

Detalhe para uma leve homenagem...

Agora ao seriado "The Unit" (eu gostava desse seriado...)