sexta-feira, 19 de novembro de 2010

[CHUCK] 4x03 a 4x08

A quarta temporada de Chuck, já em seu oitavo episódio, mexeu na fórmula tradicional da série, mas até agora não encontrou uma combinação capaz de substituí-la.

Que a série tem problemas não é nenhuma novidade, mas eles nunca tinham eclipsado os bons aspectos da série como está acontecendo agora. A decisão de mexer na fórmula que a série trazia desde seu início aparece como maior culpada pelo desastre que vem sendo esta temporada. Chuck, Sarah e Casey tinham química e funcionavam bem como uma equipe, mesmo que eventualmente separados, algo que nunca mudou ao longo da série, mesmo quando o papel de Chuck no time mudava acompanhando a evolução das diferentes versões do Intersect. Episódios com leves mudanças nessa fórmula traziam um sopro de ar fresco à série e evitavam que a fórmula tradicional cansasse. Por exemplo, os episódios em que Morgan foi forçado a atuar como espião ao lado de Casey. Eles casaram bem as partes de espionagem e comédia e trouxeram de volta aspectos cômicos do início da série que foram ficando para trás conforme Chuck adquiria experiência como espião. O maior trunfo desses episódios, porém, foi ter redimido Morgan, até então um personagem irritante e mal utilizado. Levando isso em conta, não é de se espantar que a parceira Morgan-Casey fosse mais explorada na quarta temporada da série, mas quem disse que era uma boa idéia separar o time Chuck, Casey e Sarah? Parece que nenhum dos responsáveis pela série ouviu a expressão "em time que está ganhando não se mexe".

Um dos aspectos mais criticados da terceira temporada foram os problemas da relação de Chuck e Sarah. A criação de obstáculos para manter os dois separados e o foco excessivo nos dilemas da reação irritou muitos fãs. Ninguém em sã consciência pensaria que trazer isso de volta seria uma boa idéia. Mas ao que parece, os roteiristas de Chuck não estão em sã consciência. Brigas de casal e discussões sobre o futuro da relação intercalam com seqüências de ação. Eu, e acredito que a maioria dos fãs também, assiste Chuck esperando um misto de comédia e ação com um tom nerd, não DRs. Dito isto, não é de se surpreender que o melhor episódio até aqui, Chuck Vs. the First Fight, é aquele que mais investiu nos aspectos que fizeram a série dar certo e deu pouco espaço para os pontos fracos (apesar de eles ainda terem mais espaço do que mereciam).

Alguns podem paensar que Chuck Versus the Fear of Death mostra uma evolução e sinaliza a volta da série à boa forma, mas eu não diria isso. O episódio teve de fato mais ação e alguns dos problemas mencionados antes foram amenizados, porém outros problemas ocuparam seu espaço. Jim Rye não se mostrou um bom personagem. Não é cativante ou engraçado, muito menos "awesome" no estilo Casey. Seu papel no episódio também não foi bom. Poderíamos ter ficado sem ele. O tema herói perde seus poderes e tenta recuperá-los é batido; Chuck conseguiu transformar situações clichês em bons episódios no passado, é verdade, mas nesse caso não funcionou.

Quando a temporada começou, estava animado com o que a série prometia e esperava uma boa temporada, principalmente devido a melhora na reta final da temporada anterior confirmando que Chuck tinha potencial. Infelizmente o potencial foi desperdiçado e nos foi dado uma bagunça. Eu ainda acho que a série pode se recuperar, mas quanto mais episódios vão ao ar, mais minha esperança diminui.



Allan
twitter.com/allanschnorr

Nenhum comentário: