domingo, 22 de janeiro de 2006

[Lost] The Hunting Party - 2x11

Ok, pela 1ª vez fiquei dividido sobre o que achar desse episódio. Acontecimentos na ilha: 10. Flashback do Jack: 5. Foi um episódio estranho. Parece que as coisas entre flashback e ilha estavam meio desconexas. É notório que o Jack é constantemente colocado como "o protagonista" da série, algo pelo qual nem me oponho, mas ficar querendo explicar o passado dele com flashbacks um tanto quanto chatos e que no fim não dizem a que vieram, desgasta a idéia inicial, que suponho eu, seja a de tornar o personagem mais carismático.

Os acontecimentos na ilha foram muito bacanas e nos permitiram várias pequenas conclusões interessantes:
  • A mais óbvia, e que 99% das pessoas que assistem a série já sabiam, é que o Michael é realmente um mala sem alça e sem rodinha cheia de pedra. A atitude irracional tomada por ele não tem justificativa. E nem venham me dizer que não sabemos o que ele leu no computador porque não dá pra engolir. Tomara que fiquemos uns 5 episódios pelo menos sem vê-lo novamente. Ou melhor, tomara que só achem o cadáver dele no mato junto com o Walllllttt (Ok, exagerei nessa :P).
  • Gostei de ver a Sun botando moral no Jin. Uma interessante mudança na relação do casal pode vir pela frente, o que aliás deve ser explorado num eventual próximo flashback deles. E se tem gente que acha irrelevante ficarem dando foco a eles, (como aconteceu no ...and Found) eu pelo contrário gosto de entender mais esses personagens que por questões culturais acabam ficando mais à margem dos outros.
  • Charlie e sua prometida descida ao inferno novamente ganha um vulto maior. Ok que mostrou-se pouco, mas apenas aquele olhar no final dele observando Locke brincando com Aaron e Claire, já foi capaz de deixar mostras de que um desvirtuamento brabo vém pela frente, o que entendo ser bom pra trama e do resgate da importância do personagem, até então meio esquecido como já havia comentado no episódio anterior.
  • A relação Jack& Kate & Sawyer promete esquentar. Jack obviamente puto da vida por não compreender o que a Kate quer, e Sawyer cada vez mais atraído pela Kate, que por sua vez sempre dá mostras de que tem muito mais que uma quedinha pelo cafa. O que me intriga nesse triângulo, são os motivos do Jack pra sentir atração pela Kate. Além da questão óbvia de que ela é bonita e tal, não vejo outras razões que justifiquem seu interesse. Sobretudo se formos levar em consideração a mensagem que o flashback passou, de que o Jack sempre se interessa por " algo(alguém) a quem possa consertar". A ex- mulher fora acidentada, a tal Gabrielle ficara fragilizada por causa da doença do pai... mas a Kate o que tem?
  • Então quer dizer que "Os Outros" realmente sabemde tudo o que acontece na ilha como se fosse um Big Brother? Como sabiam os nomes de Jack e Locke, o que eles andavam fazendo do outro lado da ilha, no que mexiam e etc? Não me parece que a indagação do Jack de que eles plantaram um espião no grupo dos sobreviventes (que seria o Ethan) seja a real explicação. Há algo muito maior por trás. Aliás falando nisso, os Outros estão em um número muito maior do que eu imaginava até então. A impressão é que há ali naquele grupo, uma pequena sociedade estabelecida e que não quer dividir espaço com o grupo dos sobreviventes. Mas por que isso? Seriam os sobreviventes realmente parte de um experimento equivocado (da Dharma talvez) e que devem ser mantidos fora de qualquer contato com esta suposta sociedade? Essa é até o momento, a única luz que me surge, pois se fosse uma mera questão de exclusividade de espaço, os Outros simplesmente dariam um jeito de aniquilar "os invasores" de uma vez.
  • E que papo é esse de que o Jack quer brincar de guerrinha?
Enfim, como não quero me estender demais dessa vez, falando sobre o flashback em si, fiquei decepcionado, pois o fim do casamento do Jack teve uma explicação meio babaca. Pô a mulher se sentia sozinha, não conversava sobre com o marido, resolve chifrá-lo e de repente vai embora assim??? Não dá, até porque já sabíamos desde o início da série que ele é o cara que tem o terrível defeito (ou não) de sempre querer ser o tal a tomar as decisões, cuidar do bem estar dos outros, definir o que é certo e errado e etc, portanto na minha percepção, o flashback não mostrou nada além do que já sabíamos. De relevante mesmo porém, fica um detalhe captado no flashback e que pode dar uma pista (ou não) sobre a trama, ou pelo menos uma pista que indique que os acontecimentos na ilha acontecem num futuro provavelmente não muito distante (como inclusive já fora levantado antes). Mestres ninjas com a visão além do alcance do fórum Lost-Media e que obviamente devem usar lentes microscópicas ao assistirem Lost, repararam que na cena em que o Jack e o pai examinam as chapas da coluna do pai da Gabriele logo no início do episódio, aparece uma data. Pois é, 16 de Novembro de 2005. Dica ou erro da produção??? Mais mistério.


Imagem retirada do TVSquad

2 comentários:

Anônimo disse...

Sera que o flash back é tão nonsense assim? Creio que não acabou por ai... Como não dizer que o homem que seduziu a mulher do Jack não é o Don Juan, Sawyer? E que o italiano morto não tem nada a ver com o projeto Dharma? Acho que vem mais por ai... Se parar e separar as pistas dadas a cada episódio, fica cada vez mais claro que nada é por acaso... Enfim, ótimos comentarios, mas acho que tem que abrir a visão e esperar as próximas peças para ver se era algo simples ou as pistas tavam todas ai...

lewismarks5437 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.