domingo, 12 de fevereiro de 2006

[MINISSÉRIE] The Triangle


Bom,
Descobri esta minissérie quase no dia em que ela passou lá nos EUA (5 a 7 de dezembro de 2005), através do Davi, poréééém sei lá pq fui enrolando p/assistir até o dia de ontem, qdo finalmente assisti as seis horas, divididas em tres episódios e confesso que valeu a pena!
Inicialmente quero dizer que esta série é inspirada nos mistérios do Triângulo das Bermudas. E os números oficiais da audiência dizem que a obra produzida por Dean Devlin (produtor de Independence Day) e Bryan Singer (diretor dos dois X-Men) não decepcionou.

"O SCI FI Channel anunciou que The Triangle chegou a uma média de 4,2 milhões de espectadores em cada uma das três noites, superando Taken (2002), eu gostei muito de Taken tb, vencedor do Emmy produzido por Steven Spielberg. O canal ficou com o primeiro lugar dentre os programas do horário nobre a cabo, na faixa de 25 a 54 anos, em todas as noites. 45% desses adultos eram mulheres, outro recorde da programação do SCI FI. "(fonte:Omelete)

A série, escrita por Rockne O'Bannon (Farscape: The Peacekeeper Wars), tem uma trama que mostra um grupo de profissinais escalado a investigar as perigosas verdades por trás da lenda que envolve os desaparecimentos na área do Triangulo das Bermudas, desde a época de COLOMBO, sim, aquele mesmo! E resumidamente a história incia depois que o bilionário Rice Benirall (Sam Neill, de Parque dos dinossauros), perde mais um de seu navios e, cansado de perder vários navios de carga e empregados no meridiano fatídico(incluindo seu irmão), monta uma equipe muldisciplinar p/estudar e resolver o mistério. No time do magnata estão o jornalista de tablóide Howard Thomas (Eric Stoltz, de Pulp Fiction), a engenheira marinha Emily Patterson (Catherine Bell, de Todo Poderoso), o aventureiro Bruce Gellar (Michael Rodgers) e o metafísico Stan Latham (Bruce Davison). Todos eles se entusiasmam pelo orçamento gordo e pelo desafio científico, mas logo se arrependem quando encaram a verdade sobre o Mar de Bermudas.
Rodada na Cidade do Cabo, capital sul-africana, a produção foi dirigida por Craig Baxley (Kingdom Hospital).
Dito tudo isso, vou deixar espaço p/o Davi detalhar mais a história e os tres episódios, maaaaaaaas o que eu queria reforçar aqui é que realmente gostei, tudo bem que a história segue o estilo do escritor DAN BROWN, teve momentos em que eu lembrei muito do último livro dele "Ponto de Impacto", maaaaaaaas como eu li e gostei dos 4 livros dele, confesso que essas semelhanças na estrutura narrativa e nas conclusões, não me incomodaram muito...
Enfim, uma minissérie curta, bem amarrada e facilmente digerível...
Recomendo!


Davi: Concordo com o Ribas, Triangle vale realmente uma conferida, e se você curte uma boa ficção científica é um prato cheio não apenas por ser curta e não cansar, mas sobretudo por proporcionar uma bela viagem explorando um dos mitos modernos mais famosos: o Triângulo das Bermudas. Sim, aqui temos todo o jogo de teorias envolvendo fenômenos de espaço/tempo tão discutidos ao longo dos anos. É verdade dizer que muita coisa pode soar absurda quando se fala desses tais fenômenos inexplicáveis pela ciência, mas é interessante notar que no final, Triangle não trata apenas da busca por possibilidades que dêem respostas sobre o desaparecimento de aviões, navios e etc na famosa região, mas sim de alternativas diferentes. Besteira minha? Pode ser, mas achei bastante interessante o foco dado pelo roteiro em cima das personagens principais. Cada uma delas enfrentava situações pessoais complicadas na "realidade" do início da trama e que se transformam radicalmente ao final já em outra realidade. Há uma leve e sutil abordagem sobre os caminhos que escolhemos e o que faríamos se pudessemos fazer diferente em uma outra realidade. E se Triangle não chega a ser um primor já que inevitavelmente algumas pontas acabam ficando soltas ao final, é no mínimo um belo estudo sobre as escolhas de cada um frente alternativas. E se uma ficção é capaz de me proporcionar algo assim já me dou por satisfeito.

Um comentário:

João disse...

É uma das melhores séries q ja vi, misterio, efeitos especias otimos, atores bons, e uma boa história.
Porém a história as vezes é muito complicada para quem ñ conhesse os conceitos espaço-temporais, e tbm a as vezes é muito paradão.