sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

[CRIMINAL MINDS] 4x10 "Brothers in Arms"


O episódio da semana foi apenas mais um, mais um que não trouxe nada de novo. Mais um unsub que, por algum motivo, teve suas psicoses despertadas e reforçadas e saiu matando. Na trama em questão, as vítimas eram policias, pois o unsub visava àqueles que representassem poder, controle, autoridade, força. Ele próprio tinha problemas nesse sentido, e começou matando membros de gangue (também poderosos, à sua maneira), seguranças briguentos (ele foi membro de um ‘clube de luta’), antes de alvejar policiais e, por fim, tentar abater o chefe da equipe do FBI (mais autoridade ainda) que estava no seu encalço (nosso querido Hotch). Claro que a equipe foi mais rápida e previu que ele seria seu próximo alvo e preparou uma armadilha.


O unsub da semana.

Foi dado certo destaque ao Morgan (ex-policial, filho de policial), que ficou pessoalmente tocado pelo drama dos policiais que estavam perdendo seus companheiros, e das famílias deles. Nada mais do que o esperado.



Morgan solidário.

Tudo certo, tudo dentro do esperado, tudo muito bonitinho. Nada além.

Nem vejo muito mais a comentar sobre o episódio que apenas serviu para reforçar minha opinião de que essa fórmula está se desgastando. Estou reassistindo à primeira temporada e é impressionante a diferença de qualidade. Ainda não vou dar uma opinião mais detalhada, mas, por enquanto, a minha impressão é que o fascínio que aquelas maluquices diferentes, que a cada episódio eram introduzidas, vai diminuindo, porque não há mais novidade. O que temos visto é sempre mais um unsub, que pode ser mais um assassino, incendiário, estuprador em série, que faz como vítima certo tipo de pessoas. Os motivos pessoais variam, mas o cerne é sempre o mesmo. Já nos mostraram os que matam à distância, os que preferem veneno, os terroristas, os ‘anjos da morte’, os canibais e os pedófilos e seus motivos. Agora, estão nos mostrando outros tantos, apenas com questões pessoais diferentes.



Que falta Gideon faz a essa equipe... (ou Gideon ou os episódios com Gideon??)

Estou aborrecida com essa season four e estou adorando rever a season one.
Depois eu volto e conto mais da minha opinião sobre essas reprises.

Celia.

4 comentários:

Silvinha disse...

Célia, talvez tenha acontecido algum problema com esse episódio, li que foi escrito por uma roteirista nova. Nos spoilers tinha sido divulgado que teríamos flashbacks do pequeno Morgan e do pai dele e talvez até uma possível cena do pai sendo morto - inclusive, foram divulgados até os nomes dos atores escolhidos para aparecer no flashback. Entendo que usar sempre flashbacks seja cansativo, mas o problema mesmo foi que 'Brothers in Arms' não trouxe nenhuma informação nova, já que nós já sabíamos pelo 'Fear and Loathing' da 2ª temporada que o pai do Morgan era policial e tinha morrido como um herói. Fora isso, uma das características mais legais da 4ª temporada é a interação, o leve humor entre os membros da equipe e nada disso aconteceu nesse episódio, talvez até pela tensão de estarem trabalhando pressionados pela polícia local. Eu gostei muito de mostrarem os policiais como alvos, foi comovente e pra mim o melhor deste episódio foi terem usado Hotch como isca.

Tô adorando a 4ª temporada, pra mim é a melhor de todas, justamente porque ainda consegue me surpreender com os casos das mentes criminosas. Vou torcer pra que o episódio desta semana seja o mais fraco de toda a temporada...o da semana que vem parece que vai ser excelente!!

jackie disse...

Esse episódio não foi dos melhores, muito fraco. Esperava mais, e como a Silvinha disse onde estão as cenas do Morgan criança??? Talvez, se tivesse colocado teria sido menos chatinho.

Eu tb estou gostando da 4ª temporada, pode não ter Killers tão bons como os anteriores. Mas, estamos tendo a oportunidade de conhecer melhor cada personagem, como Reid e Prentiss.

Até o próximo episódio! Jackie (Comunidade Criminal Minds Brasil)

Gabriela Spinola disse...

Fui só eu quem lembrei que "Brothers in Arms" é o nome de um álbum e uma música do Dire Straits?

Infelismente, esse episódio ainda está na "fila de espera", junto com mais um epi do Grey's Anatomy e dois epis de Cold Case.

Celia Kfouri disse...

Gabriela,

"Brothers in Arms" é uma expressão em inglês que indica companheiros de 'farda', de corporação, etc. Veteranos de forças armadas, companheiros de batalhas se chamam assim. Foi título de livro, de um episódio do NCIS, de música da Joan Baez, e de uma música (e do álbum) do Dire Straits. Muito bom.

Assim que você assitir, comente aqui para nós.

Jackie,

Vc tem razão quanto a termos a chance de conhecer melhor cada personagem, nessa season four.

Silvinha, também concordo que a interação entre os membros da equipe está mais leve, fluindo melhor.

Já quanto à temporada em si, ando aborrecida mesmo.

Como disse, estou assistindo aos episódios antigos de novo. Logo vou tentar escrever algo aqui a respeito.

Um abraço!!