terça-feira, 11 de outubro de 2005

[Roma] The Stolen Eagle - 1x01 | How Titus Pullo Brought Down the Republic - 1x02

Lembram quando a Lilian comentou poucos dias atrás sobre Roma, a nova mini-série da HBO? Pois bem, a estréia oficial ocorreu no último domingo aqui no Brasil e já deu uma bela mostra do que se esperar àqueles afortunados que puderam ver. Imaginem 2 soldados (Tito Pullo e Lucio Vorenus), pessoas comuns, que por força do destino ou sorte, vivenciam momentos marcantes na história de Roma com acesso privilegiado aos acontecimentos, sendo em certos momentos até mesmo agentes da história. Nesse 1º episódio de um total de 12, somos apresentados aos personagens principais que marcam a queda da República e a ascenção do Império. Dentre eles é claro, Caio Julio Cesar e Pompeu Magno, até então dois homens unidos pela amizade e por laços familiares (Magno foi casado com a filha de Julio Cesar), mas que logo irão se confrontar pela disputa de poder. (Havia ainda segundo a história de Roma, um 3º nome de grande influência e poder na época que era Marco Crasso, mas que sabe-se lá porque foi suprimido da trama)
A disputa tem início exatamente quando Julio Cesar está retornando à Roma após anos de batalha pela conquista da Gália. O poder adquirido, os grandes exércitos sob seus domínios e a grande popularidade dele junto ao povo, preocupam a aristocracia romana concentrada no Senado temorosa por sua posição, e incita o processo que culminará em uma nova guerra não por terras, mas pelo controle de Roma.
É nesse 1º episódio que conhecemos também figuras como Servilia, a amante calculista de Julio Cesar e Brutus seu filho, um jovem dividido entre as idéias aristocráticas e ao mesmo tempo fiel ao carinho que nutre por Julio Cesar, mas que como a história diz, será um dos assassinos dele.
Há ainda a presença notória de Atia, sobrinha de Julio Cesar, uma mulher fria e sem escrúpulos que não mede as implicações de suas ações desde que estas garantam seu status quo (a mulher chega até mesmo a prostituir a própria filha em troca da simpatia de Pompeu). E o que dizer sobre Otavio, filho de Atia e que se tornará o 1º imperador romano? Ele é um garoto introspectivo, que desde cedo mesmo vivendo sob a influência de sua mãe manipuladora, demonstra características que farão dele um nome importante no jogo político que se instala depois do início da guerra.
Se esse episódio inicial nos priva de cenas de batalhas grandiosas, em contra partida nos bombardeia com violência e sexo, duas características tão presentes àquela sociedade. Sobre o sexo aliás, vale dizer que os romanos não tinham vergonha de seu corpo ou de sua sexualidade, o que pode explicar parte do fascínio que aquele período desperta. A moral romana é ao mesmo tempo distante e a base da ocidental e evidências de que a história deles não se distancia muito da que construímos nos dias de hoje estão aí aos montes. A chamada da série diz tudo. Descubra até onde conseguimos chegar.

EDIÇÃO: Comentários sobre o 2º episódio. (Sim, como não tenho HBO eu não sabia que o 2º episódio também fora exibido neste último domingo)

O 2º episódio How Titus Pullo Brought Down the Republic, marca a chegada de Marco Antonio (então general de Julio Cesar) à Roma sendo saudado com festa pelo povo, o que aumenta ainda mais as preocupações da aristocracia, antecipando e acelerando o processo conspiratório orquestrado pelos senadores que elevam a figura de Pompeu como seu principal articulador, embora note-se que de início ele estivera relutante quanto a isso. A idéia dos senadores é obrigar Cesar a renunciar o cargo e retornar imeadiatamente à Roma para ser julgado por crimes que teoricamente teria cometido contra a República em períodos de guerra. É nesse episódio que vemos o 1º contato rápido entre Marco Antonio e Otavio, dois dos nomes que mais tarde disputariam o poder do Império.


Vemos os 2 soldados Lucio e Tito levando o jovem Otavio de volta para casa depois que fora sequestrado em viagem no 1º episódio, e também Lucio Vorenus voltando para a própria casa onde encontra mudanças na família (um bebê supostamente de sua filha) e dificuldades de relacionamento com sua esposa Niobe, que àquela altura pensava que o marido havia morrido na guerra. Tito Pullo por sua vez arranja confusão em um bar e mata um homem a sangue frio, em uma briga que lhe rende um ferimento grave na cabeça e o obriga a buscar a ajuda de Lucio.

E por que raios o episódio se chama Como Tito Pulo derrubou a República? Simples. Por infortúnio ou destino, ele é atacado por um homem que queria vingança contra ele durante a escolta de Marco Antonio ao Senado. Uma grande confusão se inicia entre soldados e alguns populares. É a partir dali que os fatos se desenrolam como se tivesse havido alguma tentativa de assassinato ao próprio Marco Antonio e a rebelião que dividirá Roma se inicia. Cesar é declarado inimigo da República pelo senado e ao receber a notícia parte com seus homens rumo à Roma.


Será que mais algum amigo comentarista quer dividir as impressões sobre estes dois primeiros episódios? Sintam-se à vontade.

2 comentários:

Anônimo disse...

Just thought I'd let you know about a site where you can make over $800 a month in extra income. Go to this site   MAKE MONEY NOW  and put in your zip code..... up will pop several places where you can get paid to secret shop, take surveys, etc.  It's free.  I found several and I live in a small town!

Rafael disse...

Rome é um dos presentes que o poder muitas vezes concede à humanidade, episódios com custo altíssimo, atores, a maioria britânicos, de primeiríssima linha e a história do mais glorioso império e todas as suas tramas como protagonista.

Assisti ano passado, ontem vi o primeiro episódio da segunda temporada e recomendo, entusiasticamente, é brilhante!

Quem acompahar chegará ao último episódio da primeira temporada contando os segundos e ficará fascinado pelo realismo sem concessões com que a sociedade romana e tudo em volta é retratado.