sábado, 2 de dezembro de 2006

[SLEEPER CELL] 1x01 " Al-Faitha"...

Sim eu sei que a primeira temporada deste seriado já acabou... Sim, eu sei que a segunda está para começar... Sim, eu confesso que por ora, só vi este primeiro episódio e, sim também ocnfesso que, dependendo do que vier nos próximos, não irei dar continuidade, maaaaaaaaaaaas, sei lá por que, deu vontade de escrever sobre esse piloto...



Não deve ter sido, porque o ator principal, Michael Ealy, lembre uma versão afro do "Robinson Monteiro", vulgo "anjinho", um cantor que surgiu no programa de calouros do Raul Gil...





Não deve ter sido, porque a cena da descoberta do vazamento da célula terrorista tenha imitado diversos cliches do gênero, e até outras cenas clássicas do cinema, como uma certa cena com um taco de beiseball em uma mesa de jantar...

Não deve ter sido, porque a história tema, um agente infiltrado em um grupo de malvados, não seja lá muito criativa...

Talvez tenha sido pelas cenas de sexo e a mostra de seios e bundas (pouco vistas em seriados)...

Talvez tenha sido pela maravilhosa atriz protagonista da cena citada acima, Melissa Sagemiller...

Talvez tenha sido pela morte, logo no piloto, por apedrejamento e disparo de arma de fogo, de um personagem que parecia principal...

Sei lá...

Siceramente talvez tenha sido só p/escrever essas coisas que escrevi, seja como for, este episódio traz o surgimento do ator principal, sua saída da prisão(disfarce criado p/se aproximar dos muçulmanos), detalhe que tais cenas na prisão, de inicio me trouxeram um flashback da série OZ, com o personagem Sayid... Segue pela entrada em contato deste, com o povo da celula terrorista, as primeiras ações desta celula e os primeiros contatos com seu "agente contato" do FBI (evidentemente para nos apresentar esses personagens principais, iniciais), finalizando pela sua iniciação (na qual foi necessária inclusive uma morte...)

Ponto razoavel, como nao sabia o enredo direito, achei batutinha as cenas em que sao tiradas fotografias de todos os atos do personagem principal, pós prisão, como não sabia que ele era um infiltrado, criou-se um pequenino mistério incial, maaaaaaaas logo acabou...

Ponto interessante, as mostras homeopáticas da cultura muçulmana e os dizeres do "ritual de iniciação":

Prometo minha lealdade absoluta a uma vida de luta, uma vida para a guerra santa...
Contra todos os inimigos de Deus...
E quem quebrar este juramento, pagará com o próprio sangue.
Mas quem o cumprir este comando de Deus, terá sua recompensa.
Bem-vindo a Beit al-Shuhada.
" A casa dos mártires."


Ponto de honra, irei assistir pelo menos mais uns dois ou tres episódios, e ainda volto aqui p/comentar algo a respeito...

De resto...
É isso aí...
Fiquem com essa guria linda!!

2 comentários:

Comentarista Hélio disse...

ô seu moço, vc foi mais rápido que eu. Mas já vi dois episódios. Minha intenção era fazer um comentário geral sobre a primeira temporada antes que a segunda estreasse. Nao sei se dá tempo... Seja como for, gostei desses primeiros episodios.

Talvez o especial seja mostrar um atentado terrorista nao so do ponto de vista dos terroristas, mas explorando-os dramaticamente, humanizando-os e eliminando um pouco dos estereotipos que temos.

Vale ressaltar que o fundamentalismo existe, alguns motivos sao compreensiveis (se é que existe compreensao para isso), outros assustadores e, principalmente, eles se passam por cidadãos comuns e podem ser de qualquer nacionalidade. Além, claro, dos problemas pessoais de cada um.

Achei interessante. Devo ir ate o fim.

Comentarista Ribas disse...

Opa opa opa!!
Toda sua!!!

Pode assumir, não que eu não esteja gostando, maaaaaaaaaaaas AINDA não viciei...

O que tenho gostado mais(e isso talve me faça ir até o fim com ela) é a abordagem humana e as abordagens acerca da religião e das visões "causadas"por ela...

Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas² pode assumir, ficarei mais tranquilo e sincero em ver os seus comentários frente a "ter que" faze-los eu...(ainda seria um "tem que")

Abração