segunda-feira, 18 de maio de 2009

Eram os Deuses Astronautas? - Lost Season Finale

Eu postei as mesmas considerações no blog parceiro Teorias Lost, apenas uma discussão e uma outra visão da Season Finale. A propósito, vi em alguns fóruns internacionais que não houve unanimidade nesta season, muitos ficaram decepcionados, assim como Fuzii. Apesar da mídia internacional ter achado , hmm, exótico, basicamente.

Eu gostei :) Parei de levar Lost a "sério". Vamos lá.


Os americanos "malucos" já falam em alienígenas.

Eu até entendo eles pensarem assim, há algumas correntes de pensamento ( de gente "doida", deixo claro :P ) que acreditam que tudo aquilo que os Incas e Astecas construíram foram com a contribuição/intervenção dos aliens.Os gregos e egípcios e suas fabulosas construções, como as Pirâmides e estátuas, também teriam a mãozinha amiga de uma inteligência extra terrestre. Isso foi até parcialmente retratado no livro : "Eram os Deuses Astronautas?", escrito pelo suíço Erich von Däniken em 1968. Numa das lendas que o livro relata, há esta em particular: “Orjina” que seria uma mulher com quatro dedos, que veio das estrelas em uma espaçonave dourada, “deu à luz a setenta filhos e regressou às estrelas”.



Se Lost for para este lado, vai ser MUITO ARQUIVO X e vou rir horrores. Na verdade ficarei decepcionada, e muito, Arquivo X foi uma série que criou, desde o primeiro episódio, uma mitologia sob esta base. Lost, não. Será que " a verdade está lá fora"? O tema não me desagrada, afinal, sou fã de Arquivo X. Mas eu realmente acho que eles não deram uma base mínima para a teoria dos aliens. Concordo que Lost foi escrita sob uma miscelânea de teorias possíveis, mas ficava, basicamente, entre a Ciência e a Fé.




Agora começarem a vender esta idéia, sei lá. É aquela coisa , Lost é feita para e com a cultura americana, por mais que eles coloquem um cast com etnias distintas, trabalhem também com folclore e culturas diferentes, são americanos. E para eles, a questão de UFOs é mais plausível do que a místico - religiosa. O "boom" religioso dos americanos foi na década de 70, com Exorcista e por aí vai, mas não é o que se prega em Lost. Isso soaria pra mim como uma trapaça, querem tanto nos surpreender que vão partir de outra direção.



Há outras questões fora do espaço sideral para analisar :P Até porque eu prefiro a versão mística sobrenatural de Jacob e "aquele que não tem nome". Acho melhor acreditar que eles são entidades brincando no Éden, nirvana, paraíso ou qualquer outro nome que esta representação de um lugar bacana, onde se pode alcançar a essência espiritual, possa ter.

Vá saber a razão do encontro de Jacob com a sua lista, como alguns aqui já disseram, foi ele quem trouxe cada uma daquelas pessoas ali, do Black Rock ao 815, proposital o acidente :P

Brincadeira, eu acho que Jacob saiu da ilha em momentos distintos após a queda do 815, assim como Alpert diz a Jack que saiu por 3 vezes da ilha e não notou nada de especial em Locke, sendo que foi instruído para isto. Bom, mas de qualquer forma, Locke foi escolhido para ser líder por Jacob. Até pq Alpert não me parece ser do tipo que questiona ordens. Ou se não foi escolhido pelo próprio, será que o nome sequer foi citado a Jacob por Alpert? Se foi isso então, a manipulação "daquele que não tem nome" foi perfeita .

Quanto ao povo do 815, acho que Jacob estava na sua missão "acredito no progresso" da humanidade, por isso as visitinhas. Mas vale lembrar que Jacob visitou Hurley depois que ele saiu da ilha, convencendo-o, inclusive, a retornar. Acredito, e muitos de vocês também, que Jacob sabia que sua morte estava planejada. Quem sabe ele tem o dom da onisciência?

Quanto a estátua, o povo dos fóruns internacionais já acredita em outra representação e não apenas Anúbis, seria a fusão de vários deuses, cada parte do seu corpo representaria estes, dentre eles o Deus egípcio Sobek, que cria o caos, mas também tem senso de justiça. O que acho beeeem Jacob.




Não podemos esquecer que muito mal foi feito em nome dele na gestão Ben Linus. E ele só fez o que fez, seguindo ordens de Jacob. Nas próprias palavras de Ben Linus "Eu sempre fiz tudo aquilo que você me pediu. Jamais questionei suas ordens, suas listas".
Ilana é realmente uma icógnita. Parece que ela já conhecia Jacob de longa data, provavelmente já viveu na ilha. Os seus ferimentos parecem estilhaços de bomba e o hospital possuía parcos recursos, dá para perceber a pobreza do lugar, me parece improvisado, como num campo de batalha, aliás, semelhante ao que os Outros levaram Ben Linus garoto no seu posterior encontro com Widmore.

Ahh, e eu tb sou do grupo que acredita que Richard Alpert , o Ricardus :P Veio no Black Rock naquela bela cena inicial do episódio.

E não acredito ainda no maniqueísmo "Bem versus Mal", do "aquele que não tem nome" e Jacob. Para mim, eles podem ser ambos "deuses gregos" brincando com os seres humanos. Ambos com senso de justiça, castigo e crueldade. Enfim, entidades. Algo realmente sobrenatural, até porque aquela cena inicial é tão reveladora, mostra inclusive que eles estão ali há muito tempo.

Ficou mais claro (e isto não significa certeza), que Locke foi manipulado também desde o começo por "aquele que não tem nome". Cada ação que o fazia "especial" pode agora ser relativa. Locke poderia mesmo ser um perdedor. Mas eu já acho que andar já seria um grande feito e permaneceria naquela ilha numa boa. Não podemos esquecer também que Widmore e Abaddon foram atrás de Locke quando ele saiu da ilha. Chegando, inclusive, a cuidar do ferimento a bala. Será que Widmore sabia mais do que supomos? Porque ele, Abaddon, o esperava. Também já sabemos que ele o procurou quando Locke estava em sua recuperação na cadeira de rodas. Ah, e sim, Abaddon também apareceu para Hurley. Talvez a conexão entre Widmore e "aquele que não tem nome" tenha algum fundamento.




Caso "aquele que não tem nome" controle realmente o Lostzilla, devemos nos lembrar que esta manifestação funciona como um juiz e carrasco. Mas com a oportunidade de dar aqueles que o encontra ver o que fizeram, lembram de Mr Eko? Está certo que ele também apareceu em outras oportunidades e nada fez. É o caso de Locke e Juliet. Nada, não. Ele "escaneava" as pessoas, aquela bela luz brilhante.



Jacob tem seus seguidores. Já "aquele que não tem nome" tem, em minha opinião, o controle dos elementos da natureza da ilha. E, quiçá, os mortos. Porque não acho que, a esta altura do campeonato, ainda podemos pensar no monstro da fumaça(Lostzilla) como algo tecnológico.

O que estamos assistindo é uma batalha maior. Maior até do que a gente pensava. E se realmente tudo não passe de um "eterno retorno" ? Assim os Losties estariam condenados a repetir este ato até que, finalmente, não fosse mais necessário ou chegasse ao objetivo final que, não faço a menor idéia de qual seja. Zerar tudo não acredito. Até porque isto acabaria com a história de Ilana e seu povo e também com próprio ato de matar Jacob e todas as implicações posteriores. E acho que ela e o "aquele que não tem nome", ainda tem muito o que mostrar.

O "They´re Coming" também é uma grande questão. Eles quem, cara pálida? Ilana e sua trupe? Juliet retornando do limbo? Ou os Losties em plena forma?




Danielle M