sexta-feira, 8 de maio de 2009

[LOST] 5x15 Follow the Leader

Nem preciso dizer que Lost sempre tenta surpreender e se superar na reta final de cada temporada. Fico imaginando como deve ser difícil para construir uma história que prenda a audiência até atingir esse clímax. Porque além de pensar no último episódio em si e nos possíveis conflitos que surgem dali, o maior problema é criar a trama que irá sustentá-lo e não deixar que tudo pareça premeditado. E se esse é só o começo do que ainda está por vir, restam poucas esperanças que alguma coisa consiga me surpreender. Pelo menos, positivamente falando. Não só temos acompanhado uma sequência de episódios mornos (comparando com a crescente que vinha na temporada) como uma das únicas coisas que achava desnecessárias nessas viagens no tempo agora é colocado em evidência: tentar mudar o futuro.
Tanto tempo foi gasto garantindo que todos aqueles que voltaram para os anos 70 estavam seguindo seu destino, que é de se espantar que tudo venha a mudar depois de três anos. Por que isso é dar muita razão ao que um físico como Faraday pensa, não? Minha aposta é que Jack não conseguirá impedir o tal incidente na Cisne, ou até que seja a causa para que isso venha a acontecer, principalmente vendo sua cara de interrogação quando é revelada a Jughead. Por outro lado, se conseguirem mesmo evitar, me pergunto se a memória das personagens simplesmente seriam apagadas -- junto, claro, com minha coleção de DVDs da série --, ou se isso ainda iria repercutir mais adiante. Seja como for, é de se pensar até que ponto essa trama vai ser importante numa visão global da série. Afinal, a teimosia de Jack, que aqui ganha força com a ajuda do destino, poderia ser a causa do acidente do Oceanic 815... mas que diferença isso faz? Pra mim, serve apenas como mais uma razão pra ele se lamentar.
Mas falando do episódio em si, acompanhamos Jack finalmente retomando sua posição de líder -- sempre ao lado de toda a razão do mundo --, enquanto Sawyer perde seu posto na Dharma e é "condenado" a viver livre ao lado de Juliet. Antes de partir, o casal tem mais um momento adorável no submarino, que logo é arruinado pela chegada da sempre intrometida Kate. Quanta falta de sorte. Do outro lado dessa linha do tempo, Locke continua mostrando por que é especial e foi escolhido pela Ilha para reviver. É de se espantar toda esse seu conhecimento, até sabendo quando ele mesmo viajaria no futuro, após ser baleado por Ethan no passado, para receber a bússola há alguns episódios atrás -- o que só de pensar já dá uma tremenda dor de cabeça. Desde que foi introduzido na terceira temporada, sempre confiamos que Jacob seria algum tipo de manifestação da própria Ilha que daria as coordenadas do que cada um dos habitantes (e em especial os Outros) deveriam fazer para sobreviver e prosperar. Por isso, não acredito que tudo passaria a ser uma farsa de repente, mas me intriga bastante como Alpert e Ben levarão todo o grupo à sua presença (se é que eles sabem como chegar lá) e principalmente, de onde surgiu essa motivação de Locke para confrontá-lo. Se as razões de Faraday no episódio anterior ficaram pouco claras, e que aqui se traduzem na idéia de Jack encontrar seu próprio "destino", toda essa determinação pós-ressurreição de Locke também continua sendo um mistério, o que até certo ponto é ruim por não permitir um envolvimento maior.

Os outros personagens, como o próprio nome do episódio sugere, estão apenas seguindo a trama e seus líderes. Fora Kate, claro, que numa atitude sensata não está disposta a jogar pelos ares todos os bons e maus momentos (quem diria que ela seria tão otimista assim?) ao longo dos últimos três anos. Já Sun é a grande decepção nessa temporada. Sua obsessão por encontrar Jin começa a irritar cada vez mais, atingindo quase o topo da escala "Michael procura por Walt" do início da série. Saudades daquele tempo em que, nutrida apenas pelas memórias de seu marido, Sun estava disposta a vingar-se de tudo e de todos. Mas a parte sensacional do episódio, com todo o respeito ao resto, foi Hurley tendo que confessar que era viajante no tempo, depois das perguntas do Dr. Chang. Além de não saber quem era o presidente americano (que aliás, ele mesmo já havia cantado essa bola há um tempo atrás), foi hilário ver Hurley suspeitando que Chang estivesse blefando em relação à Guerra da Coréia, ao mesmo tempo que Miles e Jin reagem de forma impagável. É aquele texto certo, no momento certo e para as personagens certas.
Ainda que tenha servido como preparação para o final daqui a uma semana (quantas vezes você já leu por aí que colocaram as tais peças nos seus devidos lugares?), o episódio peca por abandonar mais uma vez toda a estrutura que estamos acostumados na série, fazendo na pior das hipóteses surgir até uma curiosa relação com a estrutura de Heroes. Acho que mesmo quem não assiste/assistiu, sabe o quanto isso não é nada bom nessa altura do campeonato. Semelhanças não faltam: cenas que terminam um episódio e iniciam o seguinte (normalmente exigindo que os dois diretores estejam no mesmo set de filmagem), viajantes no tempo tentando evitar o futuro, personagens com motivações obscuras e esses tantos núcleos distintos com a eterna promessa de reuní-los. Claro, Lost leva imensa vantagem no quesito complexidade de trama e de personagens, o que faz qualquer comparação assim parecer totalmente injusta. A única coisa que espero mesmo na semana que vem é não sair frustrado, seja por ainda não saber em quem acreditar ou pela solução que trará de volta todo mundo para 2007. Ou alguém acredita nas palavras de Alpert e todo mundo ainda vai ser enterrado no passado?

P.S.: Que efeitos horrendos foram aquelas do submarino entrando na água, hein? Tá louco...

e.fuzii

3 comentários:

Anônimo disse...

A Kate não está sendo otimista... ela não quer ser presa, que é o que aconteceria se o avião pousar normalmente, sem cair...

e.fuzii disse...

Pode até ser, mas ela decidiu sair da Ilha mesmo assim, não?
Não questiono as motivações de Kate nesse caso. Desde que voltou pra Ilha, ela tem mostrado uma dose de maturidade e um senso de "propósito" nunca antes visto naquela fugitiva do começo da série.

lamiss ibrahim disse...


nice
http://www.kuwait.prokr.net/cleaning-conditioners/
http://www.kuwait.prokr.net/