quarta-feira, 20 de junho de 2007

LOST: O Que Sabemos Até Agora - 4ª Parte

AS ORGANIZAÇÕES DE LOST

Fundação Hanso: é uma organização filantrópica com mais de 40 anos, cujo idealizador, Alvar Hanso, criou com o intuito de fornecer bolsas de pesquisas científicas e sociais para promover o avanço da raça humana e a paz mundial através de melhorias na saúde, vitalidade e longevidade:

Os projetos ativos da Fundação (divulgados durante o Lost Experience):

  • Iniciativa de Previsão Matemática (MFI);
  • Programa de Desenvolvimento de Bem Estar e Prevenção Mundial (WWP DP);
  • Apelo de Saúde Mental (MHA);
  • Iniciativa de Pesquisa Eletromagnética (ERI);
  • Instituto para Avanço Genômico (IGA);
  • Projeto de Extensão de Vida (LEP).

Membros da fundação (fonte: o resumo do site Lostcast sobre o Lost Experience):

  • Alvar Hanso (CEO e fundador):
    -
    Antes de fundar a organização, comercializou armas na Segunda Guerra Mundial, fornecendo-as para diversos movimentos de resistência na Europa;
    - Depois da guerra, Hanso se tornou um provedor de armamentos de alta tecnologia para a OTAN (Organização do Tratato do Atlântico Norte), e “falou formalmente” com as Nações Unidas, em 1967;
    -
    Está sumido desde 31 de dezembro de 2002, data de sua última aparição pública;
    - Existe algo obscuro sobre seu trabalho e dicas de que ele pode ter tentado um tratamento de extensão de vida nele mesmo;
    - Exames feitos por um médico, quando Alvar Hanso teve um ataque cardíaco, tiveram resultados “muito estranhos”;
    - Alvar Hanso esteve preso em sua casa na Noruega nos últimos anos em função de tratamentos médicos.

  • Dr. Thomas Mittelwerk (Presidente e Chefe de Tecnologia): segundo o site da fundação, é um pesquisador especializado em genética, mas não foi encontrado nenhum registro que prove que ele estudou na CalTech:
    - É tido como uma pessoa má e sem consciência;
    - Mittelwerk também participa da direção da Corporação Widmore, e está envolvido com a organização do Sr. Paik (pai da Sun);
    - Aparentemente ele assumiu o controle da Fundação Hanso quando Alvar se ausentou, mudando o foco de diversos projetos da organização;
    - Mittelwerk também também pode ter passado por tratamentos para prolongar sua vida, já que os resultados de seus testes são estranhos;
    - Após ter seus planos quase expostos ao mundo, Mittelwerk simulou uma invasão da polícia ao prédio da Fundação Hanso, que logo em seguida foi explodido, levando consigo todas as provas que o incriminavam;
    - Mittlewerk ainda tem um vírus desenvolvido para matar 30% da população onde ele é deflagrado (existem indícios de este vírus fazer parte de um projeto para diminuir a população mundial, combatendo o problema da superpopulação).

  • Hugh McIntyre (Diretor de Comunicações):
    - Chegou a aparecer na televisão nos EUA em um programa de entrevistas, onde disse que Lost é apenas um seriado e não deve ser levado a sério, e que a Fundação Hanso estava fazendo um ótimo trabalho;
    - Ele tinha uma amante, Darla Taft, que era uma funcionária do Consórcio Global de Bem Estar (ligado a um dos projetos da fundação);
    - Hugh e Darla morreram em um acidente de automóvel pouco antes de ela fornecer informações sobre os projetos da fundação a Rachel Blake (filha de Alvar Hanso que estava investigando as atividades da Fundação Hanso).

  • Peter Thompson (Vice-Presidente, Conselheiro Geral e Secretário): é um advogado que representou clientes como empresas acusadas de poluir o meio-ambiente, empresas de cigarro e criminosos, e depois de ter câncer, e ser curado pela Fundação, acabou trabalhando para ela:
    - Substituiu o diretor do Consórcio Global de Bem Estar;
    - Ele e Mittelwerk não se entendiam muito bem.

Atividades da Fundação Hanso (todas as informações abaixo foram divulgadas durante o Lost Experience):

  • O Projeto de Extensão de Vida tem como seu maior exemplo de sucesso Joop, um orangotango de 105 anos (fonte: Lostcast);
  • A Iniciativa de Previsão Matemática pode estar sendo utilizada para começar guerras, e não previni-las (fonte: Lostcast);
  • A Fundação Hanso pode ter ligações com compra ilegal de órgãos (fonte: Lostcast);
  • Durante pesquisas com primatas em Zanzibar, na África, pode ter sido responsável pela disseminação de uma doença que afeta o cérebro humano (fonte: Lostcast);
  • Existem dicas de que os tubarões (um dos quais visto na Ilha) sejam modificados geneticamente (semelhante aos ursos polares) (fonte: Jovem Nerd);
  • Como parte da Iniciativa de Pesquisa Eletromagnética, a fundação tem uma grande torre de antena de rádio no mar do Japão, que está causando muita interferência na rede elétrica da Coréia, além de deformidades nos peixes nascidos na área (fonte: Jovem Nerd);
  • Enzo Valenzetti (citado no mapa da porta da Estação Cisne) foi um matemático contratado pela ONU em 1963 para prever o futuro da humanidade. Com este objetivo elaborou uma equação para prever o apocalipse. A Fundação Hanso roubou esse segredo e começou a usá-lo para seus propósitos. Já Valenzetti supostamente morreu em um misterioso acidente de avião (fonte: Lostcast);
  • No Instituto Vlk, na Islândia, ligado à fundação, ocorriam experimentos usando estudantes autistas para calcular fissão nuclear, baseando-se na Equação Valenzetti. As equações de alguma forma incluem os mesmos hieróglifos vistos no contador, quando ele zera, que significam “Submundo” (fonte: Jovem Nerd);
  • Gary Troup, o autor de “Bad Twin”, também escreveu um livro sobre Valenzetti, mas a Fundação Hanso comprou todas as cópias e as usou para informações próprias (fonte: Jovem Nerd);
  • Existe a possibilidade da Corporação Widmore ter criado uma arma de pulsos eletromagnéticos que seria capaz de derrubar aviões (fonte: Lostcast);
  • Os chocolates Apollo foram comprados pela Fundação Hanso nos anos 70, e um comunicado secreto diz que os chocolates contém ingredientes que podem causar alucinações e ser usados para espalhar um vírus (fonte: Lostcast);
  • A fundação contratou a organização do Sr. Paik (pai da Sun), para que ela construisse um navio-hospital chamado Helgus Antonius. Não se sabe para que propósito ainda, mas todas as alas do barco estavam em quarentena (fonte: Jovem Nerd);
  • Há um projeto super-secreto da DHARMA chamado Protocolo Aranha, que busca o melhor “alvo-ilha” antes de fixar uma localidade. Há informações desse projeto no Sri Lanka (fonte: Jovem Nerd).

Corporação Widmore: tem como proprietário Charles Widmore, um industrial e filantropo, cujo nome está ligado tanto à indústria de construções como à farmacêutica:

  • Seu nome foi visto pela primeira vez em um prédio, próximo a um estúdio de TV onde Charlie gravava um comercial de fraldas estrelado pelo Drive Shaft, que trazia “Construções Widmore” pintado em sua fachada;
  • Os Laboratórios Widmore são responsáveis pela produção do teste de gravidez feito pela Sun;
  • O nome do laboratório estava pintado no motor do balão onde estava o verdadeiro Henry Gale;
  • Seu dono, Charles Widmore, é pai de Penny, namorada de Desmond, e foi o patrocinador da “volta ao mundo” que este decidiu fazer assim que saiu da prisão;
  • Penny mantém um posto de monitoramento global de anomalias eletromagnéticas, supostamente localizado na Antártica, comandado por dois “brasileiros”, que talvez tenham localizado a Ilha;
  • Assim que desativou o dispositivo da Estação Espelho, que impedia qualquer sinal saído da Ilha de chegar ao exterior, Charlie, de alguma forma, conseguiu abrir um canal de comunicação direto com Penny, que finalmente descobriu que Desmond, assim como parte dos passageiros do vôo 815 da Oceanic, estava vivo;
  • Tento em vista que as Organizações Widmore possuem alguma ligação com a Fundação Hanso, e conseqüentemente com a Iniciativa Dharma, sustento a hipótese de que a Construções Widmore foi encarregada de construir toda a infraestrutura do complexo do projeto na Ilha, enquanto os Laboratórios Widmore são os responsáveis por fornecer todos os medicamentos usados pelos membros da Dharma.

Mittlelos Bioscience: organização usada pelos Outros para atuarem no mundo exterior, provavelmente com a intenção de não demonstrarem qualquer vínculo com a Fundação Hanso e sua fracassada Iniciativa Dharma:

  • Foi mencionada pela primeira vez quando Richard Alpert tentava convencer Juliet a fazer parte da equipe de pesquisadores financiados pela organização;
  • Possuem recursos suficientes para contratar especialistas em diversos ramos da ciência espalhados pelo mundo, e levá-los até a Ilha;
  • É possível que esteja envolvida no seqüestro de Anthony Cooper, segundo o qual estava dirigindo seu carro em Tallahassee quando bateram na traseira do veículo, arremesando-o na mureta da pista. Pouco depois uns paramédicos o socorreram, amarraram-no em uma maca, e o puseram dentro de uma ambulância, enquanto lhe injetavam um “soro”. Depois disso adormeceu, e só acordou na Ilha.

Querem saber mais sobre o Lost Experience? Dêem uma olhada neste resumo detalhado que o Guileite do site Lostcast fez sobre o jogo, que nos revelou muitas informações sobre a Fundação Hanso (também disponível em PDF), algumas delas usadas para fazer esta parte do guia.

E caso tenha perdido as partes anteriores deste guia, seguem os links para todas logo abaixo:

1ª parte - Animais e Criaturas da Ilha

2ª parte - Locais e Elementos Misteriosos

3ª parte A - Fenômenos Gerados pela Ilha

3ª parte B - Fenômenos Gerados pela Ilha (continuação)

Continuamos na próxima semana com: "A Iniciativa Dharma"

Rodrigo "Wolv" Ferreira

Um comentário:

Thais disse...

Rodrigo, eu trabalho na isfree.tv (ñ sei se vc conhece - é um site de downloads de séries com notícias e etc.)e sou responsável pela parte de notícias.
Bom, quero dizer que adorei essa série que vc fez sobre Lost e gostaria de saber se posso usar esses seus posts, colocando os devidos créditos e fonte, é claro.
Aguardo uma resposta sua me u e-mail e msn: thaism.df@hotmail.com.

Desde já agradeço e te parabenizo pelo excelente trabalho.

Att, Thais.