sábado, 19 de janeiro de 2008

[Filme] Eu Sou a Lenda



Título original: I am Legend

Roteiro: Mark Protosevich, Akiva Goldsman
Direção: Francis Lawrence

Elenco:
Will Smith ............ Lt. Col. Robert Neville M.D.
Alice Braga ........... Anna
Charlie Tahan ......... Ethan
Salli Richardson ...... Zoe Neville
Willow Smith .......... Marley Neville

Sinopse:
Em 2009, a Dra. Alice Krippin parece ter descoberto a cura do câncer ao modificar o vírus do sarampo. Três anos depois Robert Neville (Will Smith) acredita ser o último homem na Terra. Sua missão: encontrar a cura.

"I am Robert Neville. I am a survivor living in New York City.
I am broadcasting on all AM frequencies.
I will be at the South Street seaport everyday at midday, when the sun is at its highest in the sky.
If you are out there...if anyone is out there,
I can provide food, I can provide shelter, I can provide security.
If there is anybody out there, anybody...
Please, you are not alone.
"








Hollywod já "destruiu " o Planeta muitas vezes, fomos salvos de invasões alienígenas e meteoros, por super-heróis e por cientistas. Mas, ao contrário do que eu imaginava, "Eu Sou a Lenda" não é só mais um filmezinho sci-fi para ser atirado em uma pilha qualquer de dvds. Além da história ser convincente, dentro daquilo que se propõe a mostrar, destaca-se a tentativa de Robert Neville de continuar se comunicando com "outros seres": seja Samantha (ou Sam, uma cadela da raça pastor-alemão) ou com manequins dispostos dentro de uma locadora onde Neville pega e devolve filmes. É a perda de Sam que causa certo desequilíbrio emocional em Neville e se torna o vértice para a mudança na rotina do cientista.

Tatiane
tatiane@comentariosemserie.com

3 comentários:

Rubens disse...

Então até o lance dos manequins tem nessa refilmagem? Legal!... No original, de 1971, Charlton Heston, se a memoria não me falha, fazia "compras" numa loja de departamentos, e pegava roupas enquanto conversava com os manequins. Aí, claro, num clichê óbvio, em certo momento um manequim mostrava-se não ser um manequim... :-)

Hélio disse...

Oi, Rubens

Só uma correção: antes do filme com o Heston, houve uma outra adaptação com Vincent Price, "Mortos que Matam", de 1964.

Abços

Everton disse...

Esse filme é demais!

Recomendo *-*

Will Smith, ator sensacional!

Abç!