segunda-feira, 17 de novembro de 2008

[CRIMINAL MINDS] 4x07 "Memoriam"




A falta de tempo e o desânimo diante desse episódio me levam a fazer um comentário mais breve do que o de costume. Vamos lá.

Reid ficou em LV para investigar o caso e Morgan e Rossi também. Investigaram o pai de Reid, este se submeteu a hipnose e começou a ter novas lembranças.
Paralelamente, sua mãe parou a medicação para que sua memória pudesse voltar (o que milagrosamente aconteceu, em tempo recorde, e sem nenhum efeito colateral!!!! Devemos achar que uma anta a medicava com remédios desnecessários e que ela ficou bem melhor sem eles − foi até capaz de enfrentar um delicado reencontro com o ex marido.)



Anos depois, a família se reencontra.

O fato é que as memórias de Reid eram verdadeiras; ele apenas as interpretava mal, pois tinha pouca informação. A verdade era que o menino foi morto por um pedófilo qualquer, mas a mãe de Reid havia desconfiado dele e alertado o pai do garoto.
Pois é, a mother knows...

Interessante ver o pai de Reid protegendo-a, até agora. Mas tolo o motivo do abandono do lar. Tolo, não. Bem mais que isso. Conviver com a idéia foi insuportável???? Como assim?? A Sra Reid regulava bem até então e só depois a esquizofrenia apareceu?? E por um motivo desses, o pai ficou 17 anos (e teria ficado outros tantos) longe?? Sem comentários.

O problema é que perderam mais uma oportunidade de apresentar um unsub daqueles que causam pesadelos, que impressionam, que chegam ao extremo. Era mais um pedófilo morto por vingança pelo pai da vítima. Grande coisa!

Nesse meio tempo, JJ teve nenê (e Todd assumiu seu lugar). Aqui, sim, há espaço para uma menção positiva. Gostei da cena em que ela convida Reid para ser padrinho do bebê. Gostei muito da atuação dele. E acrescento que gostei muito da atuação dele no episódio todo. As cenas com os pais, com o policial local, com Morgan e Rossi, todas foram muito boas. O esforço para conter os sentimentos, para calar o menino magoado, foi comovente. Ele é um personagem e tanto, e interpretado por um ator se encaixa muitíssimo bem. E alguém ainda duvida que ele seja capaz de encaminhar o bebê para Yale??


Um momento de muita delicadeza.


Melhor frase do episódio: Prentiss torcendo para que o bebê não herde o sotaque do pai!!!
4X08 nessa quarta, mas meu comentário só depois do feriado. Quem sabe aparece um novo Frank, um Fisher King, vai saber. Inshallah!!
Célia.

2 comentários:

jackie disse...

Gostei do episódio mas, confesso que até metade achei que tava mto "sem sal" mas, o desfecho do caso me fez gostar do episódio. E principalmente atuação da atriz que fez a mãe do Reid foi sensacional, brilhante!

Tb concordo com vc Celia, o Matthew Gray Gubler faz mto bem o papel do Reid, tem cenas em que ele dá um bale nos outros atores...rsrs.

E o pai do Reid foi meio besta em abandonar a família por tão pouco, pior foi a mãe que viu o pedófilo morto!

A melhor frase que vc escolheu eu tb gostei mas, pra mim foi engraçado ouvir a Prentiss dizendo que ia fazer "vistas grossas" para o fato do pai do Reid comprar ingressos para ver a Celine Dion. Mostrou que ela não gosto, né????

Até o próximo episódio!!!

Jackie (comunidade Criminal Minds Brasil)

Celia Kfouri disse...

Até o próximo, Jackie.

Com fé que será um daqueles!!