quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

[Filme] Cassino Royale

Um filme para meninos e meninas.


Eu sou fã incondicional de James Bond, tanto que meu apelido na NET é Kenno007. Kenno é um personagem da mitologia nórdica filho de Odin com uma Troll e 007 por causa do meu ídolo: James BOND.
Royale foi escrito por Ian Fleming em 1953, que tomou vida em 1962, ano em que fora protagonizado pelo Sean Connery, isso mesmo, o Sir. Connery. Já na versão de 2006 temos Daniel Craig que já tem contrato assinado para mais uma aventura do mesmo para 2008 é o mais novo Bond, o 6º ator que o interpreta na franquia,
Cassino Royale me interessa profundamente, primeiro que este é o 21º longa metragem da franquia e apresenta o mais sexy James Bond: Daniel Craig.

James Bond já foi humorista com Roger Moore, rígido com Timothy Dalton, charmoso com Pierce Brosnan, e irônico com Sean Connery. Mas em seu 21º filme ele se reinventa, pois na pele de Daniel Craig ele é sexy e desta vez vai agradar meninas tanto quanto agradará meninos que curtem meninos.

Daniel Craig já solicitou uma cena gay no próximo filme de 007 a ser rodado em 2008 e parece que a proposta está sendo bem aceita. Mas neste filme já dá pra babar nas cenas de cunho homoerótico onde Daniel Craig se despe de pudores e fica nu. Embora não haja cena de nu frontal, a cena onde James Bond é torturado é extremamente sensual e dá água na boca de quero mais.

Continuam a acontecer reviravoltas inverossímeis, em certos momentos temos a sensação de que na cena seguinte aparecerá Tom Cruise em Missão Impossível, entretanto , Cassino Royale é melhor, muito melhor. Mas não espere tudo isso naquela velha embalagem, o diretor Martin Campbell, que já tinha assinado “Goldeneyer” coloca o filme com os dois pés no chão, nada de pulos de avião, carros na água e as famosas geringonças, o diretor faz um filme de tirar o fôlego, literalmente, a seqüência da primeira perseguição à pé, é algo que já vai ficar para história da franquia, está ai um diretor que sabe muito bem criar cenas de ação.

E por fim, poderemos ver a gênese de 007, seu inicio, sua primeira missão e sua primeira execução.

Em tempo: Este é o primeiro James Bond loiro da série e também teremos o primeiro Félix, agente da Cia negro, interpretado por Jeffrey Wright, diga-se de passagem, brilhantemente.

Vale a pena assistir, seja pelo elenco, pela historia ou por Daniel Craig. De alguma coisa você vai gostar, tenha certeza.


Davi

2 comentários:

Vinícius P. disse...

Para mim foi a melhor aventura do 007 em anos. Tudo funciona, especialmente o romance entre Craig e Eva (apesar do final trágico). Achei Craig o melhor Bond que já vi (me perdoem os fãs de Sean Connery), não sei se especialmente sexy, mas bem melhor que o Pierce Brosnan. Forma um belo casal com a Eva Green.

Comentarista Dani Mística disse...

Tb gostei muito. Chega de velhuscos para James Bond. Do jeito que estava, era mais fácil chamar de novo o Sean Conery
:P