quarta-feira, 9 de maio de 2007

[24 Horas] 6x21 - 2 A.M. - 3 A.M.

Leo


Bom dia leitores do mais descontraído blog sobre séries do Brasil! Chegamos, infelizmente, a mais uma reta final de temporada. É triste, parece que passou muito rápido, talvez porque certamente esta não está sendo a melhor temporada, eu diria que é a pior, até agora.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Este episódio veio para revolucionar. Os episódios 13-16 foram mais mornos, mas desde o 17 até agora a série só vem melhorando, com mais ação e acontecimentos tensos até nos momentos mais calmos. A questão chinesa também sofreu uma reviravolta: durante a quarta a quinta temporadas, Cheng e Cia. não foram tratados exatamente como vilões, pelo contrário, ele apenas fazia seu serviço que estava dentro de suas obrigações, inclusive enquanto mantinha Jack como prisioneiro e o torturava constantemente. Mas isso mudou no episódio 17, quando vemos que ele possuía Audrey como refém, então passei a denominá-lo bandido como os terroristas. Agora, ele lidera um ataque sem precedentes à CTU: pode não ter sido tão mortífero quanto o Sentox no 5x12, mas foi bem mais humilhante, já que os sistemas são hackeados pela segunda vez em oito horas e uma gangue armada invade um dos locais que deveria ser dos mais seguros da cidade. Lembrou a tomada do aeroporto Ontario no 5x02. E foi também mais humilhante do que a própria invasão do consulado chinês no 4x20, cujo troco foi dado neste episódio, e em “grande” estilo: não foi com dardos tranqüilizantes, mas com fuzis automáticos provocando muitas mortes.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


E quem é que roda nessa brincadeira? Milo, contra o que eu conjecturava até o episódio passado. Como eu havia dito, eu acreditava que Bill corria perigo por estar solto por aí, mas na verdade, ele foi salvo! Certamente ele assumiria ser o chefe da CTU na ocasião em que Zhou pergunta quem está no comando. Milo, entretanto, quis mostrar sua coragem à Nadia e... toma o headshot mais súbito que eu já vi. Portanto, parece verdadeira a regra que diz que dois personagens fixos com perfil exibido no site oficial morrem a cada temporada. A questão que não cala é: por que Milo? Ora, ele é o personagem recordista em tempo de “férias”. Foram exatos 104 episódios sem vê-lo, e é dos pouquíssimos que sobrara da primeira temporada (agora só há, além do Jack, Aaron e Mike Novick, que se encontra desaparecido). Por que trazer o personagem de volta, deixá-lo durante todo a temporada inteira tendo pouca importância e, então, finalizá-lo tão abruptamente, numa cena que lembrou muito o que fizeram com o Tony na temporada passada? Na perspectiva do ator Eric Balfour, sabemos que ele ainda não sabia, no início da temporada, que destino o personagem teria, mas o estranho é que ele deu uma entrevista ao tvguide.com, ilustrada neste artigo da globo.com que contém rumores bombásticos sobre fatos futuros. Ele abre a boca mesmo. É possível, pois, que tenha havido um desentendimento entre ele e os produtores, e se não houve, haverá com certeza! Leiam se quiser, não comentarei abertamente aqui, é contra meus princípios falar sobre fatos futuros certeiros ou que minha intuição diga que são autênticos. A referida entrevista vocês podem ler, em inglês, aqui. Esse artigo, por sua vez, se associa a este. O que será que vai acontecer, hein?

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


O layer da Casa Branca ficou mais de lado neste episódio, o que não significa que ele teve menos importância. Com Karen sumida e Bill demitido, a comunicação entre CTU e o poder ficou distanciada; acho correto presumir que a trama se ramificará em duas quase que independentes. Lisa, com medo da acusação de traição, de uma hora para outra passa a ter hesitar em tudo e perde a habilidade de enganar como bem fazia até então. O namorado dela é que não é bobo, ele provavelmente percebeu a demasiada insegurança de Lisa: menos de uma hora atrás ela estava tão fogosa na cama... deve ser porque ela nunca imaginaria que faria sexo ao vivo em frente a uma câmera para a platéia masculina lá dentro da van. Pena que foi dada tão pouca ênfase a essa cena! Se Bishop descobre que é uma armação, então os EUA terão, de fato, sérios problemas com os Russos. Também gostei de ver Tom atuando como chefe de operação de campo.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Voltando à CTU, vimos uma cena que eu esperava desde a segunda temporada que um dia aconteceria: tiroteio envolvendo mais do que três pessoas, isto é, o ambiente se transformando em uma arena. E Jack está ganhando o espaço e atenção que lhe foram subtraídos nesta temporada. Com as cenas de Washington reduzidas, este layer ganhou muito mais notoriedade, sobretudo as atitudes do Jack. Quando as comunicações foram cortadas e os tiros começaram, ao ver Jack reagindo dentro da sala de detenção eu logo pensei: “ele vai salvar todo mundo!” e a tensão se multiplicou.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Abateu alguns vagabundos, mas, como era de se esperar, um jovem o põe em apuros, ironicamente um jovem com Bauer no sobrenome. Sabemos que jovens em 24 só causam problemas, especialmente se são loiros e/ou têm esse sobrenome. Já sabemos, pela história, que jovens loiros e que têm sobrenome Bauer podem render meia temporada de confusões. Na segunda temporada, foi uma jovem que se encaixa nessa descrição, enquanto cuidava de outra loira mais jovem ainda, que passou pelos maiores apuros da vida, até mesmo perdendo o namorado naquelas condições. Na terceira temporada, um jovem loiro arrumou problemas para si mesmo, para seus pais, namorada e para a CTU; na quarta, uma jovem semi-loira (Debbie) caçava ciumenta o namorado até morrer envenenada, outra loira provocou uma reviravolta na CTU na quarta temporada (esta é Maya Driscoll) e talvez Tony e Michelle ainda estivessem vivos (reflitam sobre isso). Na quinta, outro jovem loiro acaba fazendo com que Jack tivesse que se entregar a terroristas, jovem esse que quase morreu em frente às câmeras com um tiro na cabeça. Não deu outra, loiro em 24 é problema na certa. Josh, que ainda possui o agravante do sobrenome, foi o amaldiçoado da vez. Jack poderia mudar de sobrenome (pois a família dele é maravilhosa, né?), assim talvez Heller parasse de chamá-lo de amaldiçoado e ele possa finalmente ficar em paz com a sua amada Audrey. Sim, Jack perseguirá Audrey!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


No entanto, há muito pouco tempo restando, e, na minha opinião, Audrey ficará para a próxima temporada. Também há contas para Jack acertar com Heller, e muitas contas. Talvez nesta temporada nós obteremos a resposta para uma intrigante questão que veio à tona: por que Phillip Bauer está consertando o chip para Cheng? Pelo que sabemos, a entrega do chip para os chineses poderá provocar um grande mal-estar diplomático com os russos, mas Phillip dissera que era patriota, então aparentemente há uma contradição. Ou o patriotismo de Phillip é de fachada e o único interesse dele é o de defender seus negócios, que ele já provou ser capaz de muita coisa para fazer. Ou, ainda, a intenção dele é fazer o que o Jack tentou duas horas atrás: reaver Josh, e explodir o chip uma vez que esteja em poder de Cheng. Aí, a pergunta muda: por que ele tanto quer o Josh?


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Essa inclusive é a pergunta da enquete da semana no site oficial, visitem! www.fox.com/24.

Abraços a todos e até semana que vem!

2 comentários:

Rodrigo Bauer disse...

Ok, Léo...realmente há loiros(a) bem trapalhões/problemáticos ao longo da série, mas quanto a morte de Tony e Michelle(e a "participação" de Maya), há várias outras situações que poderiam ter evitado aquilo: Tony poderia não ter aceitado a volta pra UCT, Michelle poderia ter resistido aos "encantos" de Almeida, ambos poderiam não ter se envolvido no plano da suposta "morte" de Jack, Chloe poderia ter evitado que invadissem seu sistema e descobrissem que Jack estava vivo...enfim...(ok...você pediu pra refletir a respeito. Só estou fazendo isso...hahahahhaha :P)


Aliás, falando em loiras, você esqueceu que há exatamente uma loira(e que loira!:P) que permanece viva desde o início da série: Kim Bauer.


Ah, também gostei de ver Tom em campo, como fizeram com Wayne no 3x23 e 3x24. Acho interessante quando eles exploram personagens em funções diferentes(Tony Almeida mesmo já salvou a vida de Teri, tomou um tiro no pescocço e foi sequestrado enquanto esteve longe da UCT).


Ah...continuo achando incrível a vulnerabilidade da UCT. Sempre há uma forma de atacar a pobre Counter Terrorist Unit. :(


Só pra finalizar, achei "diferente" a morte de Milo. Se por um lado foi digno de morte de figurante, por outro não nego que foi absolutamente chocante a rapidez e a frieza com que aconteceu(com o corte pro comercial, nem vimos a "reação" dos outros componentes da UCT).



Ah...e essas reportagens deixam bem claro(pelo menos pra mim) que Milo só saiu graças ao seu pouco destaque. Talvez matá-lo nem fosse a intenção inicial dos roteiristas(ou era, mas em uma situação diferente...vai saber, né...)

Renato disse...

Léo,não duvido nada q o patriotismo do Papi Bauer é fajuto e ele tenha vendido a bomba.Anseio por 3 vinganças nesse fim de temporada

1-Cheng Zhi
2-Papi Bauer
3-Heller-que acho q nao aparece mais