terça-feira, 1 de abril de 2008

[CSI:Miami] 6x15 Ambush



Nada parece ser convencional em CSI, por que seria diferente com uma pescaria? Explodir peixes parece ser mais divertido do que esperar que eles mordam a isca.



Até que a diversão dos dois amigos nos leva ao cliffhanger do episódio 6x13 Raising Caine.



Kathleen Newberry — desaparecida há uma semana — estava com as mãos presas ao volante enquanto o carro afundava em rio; uma impressão digital faz Horatio se encontrar com a mãe de Kyle, Julia Winston, novamente.


Enquanto tira fotos da BMW, Calleigh comete um erro que vai causar mais que dor de cabeça. Mas até descobrir as conseqüências, que tal ver se os dois amigos do início do episódio não encontraram uma bolsa com um milhão de dólares?



Depois de ser demitido por usar o cartão de crédito de Speedle, no episódio 6x09 Stand Your Ground, Jake Berkeley volta como responsável pelo site "Descubra como a CSI Duquesne resolve seus casos".



Voltando o foco a Horatio e Julia, ela tenta chantagear H. dizendo que sabe sobre a morte de Riaz. (5x01 Rio: Horatio vai ao Brasil e vinga a perda da esposa, Marisol Delko, com a morte de Antonio Riaz.)



Ao saber sobre o desaparecimento de Calleigh, Eric já tem um suspeito em mente: Jake.



Ao contrário do que Horatio poderia imaginar, ele é levado novamente ao Brasil. Entretanto não haverá julgamento; era uma armadilha.

[Fade-out e som de um tiro.]


 



O que esses incompetentes têm na cabeça? São capazes de pesquisar sobre a Idade Média para fazer uma produção convincente; mas não são capazes de digitar "http://en.wikipedia.org/" e procurar uma linha sobre o Brazil. Sim, eu sei que nenhum dos produtores tinha a mínima intenção de pesquisar o que quer que seja.

A ironia aqui é que para trazer um cidadão americano (que se dirá de um policial, lieutenant Horatio Caine) para julgamento deve haver processo, inquérito, evidências, etc. Então, do lado de lá, se cria a impressão que H. vai realmente ser processado; mas, ao chegar aqui, um mané diz que não haverá nenhum procedimento formal.

É claro que nenhum roteirista em Hollywood vai escrever uma linha sobre a incompetência, arrogância e todas as outras péssimas características de George W. Bush e do seu governo, ou sobre as favelas (sim! Há favelas nos EUA!). Contudo isso não dá o direito de nos ridicularizar, fazendo uma referência clara aos muitos problemas do sistema judiciário.

Btw, dá pra parar com a mania de que brasileiro mora na favela e só ouve samba? Oo

Ok. Já desabafei. Vou parar por aqui antes que o FBI me acuse de qualquer coisa e feche o blog. Ha-ha.

Fora isso, o episódio foi bom e se destacou, entre outros aspectos, por trazer novamente storylines da quinta temporada de forma bem consistente com que está acontecendo no momento.

Tatiane
tatiane@comentariosemserie.com

4 comentários:

Rubens disse...

Fazer o que, se o "judissiário" brasileiro é mesmo uma bleosta total, com juizes "Robin Hood" lidando com uma legislação mais estúpida e irreal ainda?

Tatiane disse...

De fato, há situações em que as leis deveriam ser modificadas, mas não há nenhum problema nisso. Os tempos mudam, as pessoas mudam; é natural pensar que as leis também devam mudar, bla, bla, bla.

O problema aqui (BR) é como as pessoas lidam com as leis: sempre tentando "dar um jeitinho".

Mas, voltando, a série. O fato de termos ou não um problema "x", não dá o direito de estrangeiros usar isso direta ou inderetamente em suas produções.

Pra mim, esse foi o único erro nesse episódio.

Anônimo disse...

Humm... Tatiane... Vc faz parte do clube que foi contra o tal episódio dos Simpsons passado no Rio? Contra a exibição do filme "Turistas"? Engraçado que nos incomodamos mais com as verdades expressas nas obras citadas do que com as mentiras. Observou isso?
Tenho conhecimento que franceses, portugueses, italianos e alemães também vivem reclamando das inverdades hollywoodianas quando "retratam" suas culturas. Não estamos sós. Rsss...
Agora, que é dose ver avião decolando do nordeste fazendo crer que é do Rio de Janeiro como aconteceu no CSI-Miami 6x16, ah isso é!!

Anônimo disse...

Nenhum roteirista em Hollywood escreve sobre a incompetência da gang do Bush e detona o America Way of Life? Mas... mas... é o que mais se vê nas entrelinhas de muitas das séries, não? As comédias de 20min basicamente se alimentam disso...
Quanto as favelas ("citando" o que vc citou), tráfico de drogas, prostituição, detonação dos "valores" da sociedade e mazelas afins, são corriqueiramente apontados e criticados na maioria das séries policiais.
Quanto ao cinema mais recente (era Bush) assista ao "O Reino" (basta ver os créditos), "O Suspeito" (nos EUA não pode torturar? Então levemos o elemento prá outro país onde possa, oras!), "No Vale das Sombras" (putz! não respeitam sequer seus veteranos?), "Leões e Cordeiros" (o político é realmente corrupto e a imprensa imparcial? confira...).