domingo, 11 de abril de 2010

[Criminal Minds] 5x16 "Mosley Lane"

(por Célia Kfouri)

Escrever sobre o 5x16 é um grande desafio. É que ele me causou todo tipo de impressão; fui do céu ao inferno em pouco mais de 40 minutos.


O seqüestro de crianças é sempre instigante e, nesse episódio, a ambientação e a caracterização dos unsubs foi aterrorizante. A música de fundo, tudo foi caprichadíssimo. Após alguns minutos de episódio, eu me senti diante de uma obra-prima, um episódio que seria top 5 ou coisa parecida. A funerária, o crematório, os longos anos de aprisionamento, o rosto dos unsubs, tudo macabro.


Sinistra.


"If you make a sound, I'll kill your mommy."


A cena em que Prentiss e Morgan chegam à casa dos unsubs e questionam o marido foi bem interessante. O jogo de palavras e expressões trazia muita tensão.

O unsub, confrontado por Morgan.

A colaboração da mãe incansável na busca por seu filho, o trabalho conjunto com a BAU, tudo funcionou muito bem para mim. Mas fiquei possuída de raiva, frustração e desprezo quando me dei conta que não iriam explicar nada. Mereceu um monte de palavrão!! Quem era esse casal? Que ligação era essa? Qual a motivação? Qual a história por detrás dos crimes? Não vão se dar ao trabalho de contar porque não bolaram uma trama boa o suficiente??


Como é que deixam o cara se matar, assim?!

Na boa, acabou sendo um episódio quase medíocre porque, depois de criar tanto clima, não mostrou a que veio. Que desperdício!



www.twitter.com/celiakfouri


(Fotos: Reprodução)

3 comentários:

Gabriela Spinola disse...

Eu definitivamente não gostei desse episódio. Tá, a direção do Matthew Gray Gubler foi excelente, o roteiro também, e as atuações em geral - principalmente a Brooke Smith, que saudades da Hahn - estavam boas de uma forma que, há muito tempo, faziam falta. Mas a coisa de não explicarem motivação alguma, nem terem traçado o perfil, me fizeram desmoronar completamente a alegria e satisfação em torno dos outros aspectos do episódio. Teria sido bom se fosse um episódio duplo.

Celia Kfouri disse...

Concordo.
Não tem cabimento nao terem explicado nada. Nunca vi isso, nunca foi assim. Arruinou todo o lado interessante, que foi tão bem construído. Um desperdício!

Luanny Fernanda disse...

Achei o episodio maravilhoso,e discordando de alguns...creio que o fato de não explicarem nada deu um tom de realismo a mais,na vida real isso acontece muitas vezes,a falta de respostas,infelizmente, é muito comum.

Gostei rs