sexta-feira, 25 de setembro de 2009

[CRIMINAL MINDS] 5x01 "Nameless, Faceless."



(Celia Kfouri)




Criminal Minds retorna para a quinta temporada com um episódio um tanto fora do padrão. Explico. Após um super cliffhanger no season finale, até tivemos uma continuação bem interessante. O problema é que tivemos também um unsub tapa-buracos para justificar as muletas do Reid (para mim, esse é o único motivo para entremear essa sub-trama boba num episódio com uma trama tão marcante). Como sabemos, Matthew Gray Gubler acidentou-se e está de muletas, e, para justificá-las no personagem Reid, criou-se um artifício para isso – e aos 25 minutos já havia cumprido seu papel, e então nem voltou a ser mencionada no episódio.

Só para constar, estamos falando de um unsub que pretende se vingar do médico que ele julgar ter negligenciado atendimento a seu filho, vítima de um acidente de carro. Tão sem importância que essas poucas linhas bastam.



Reid é convenientemente alvejado no joelho, ao proteger uma vítima.

Quando pensamos no que realmente interessa no episódio, esse unsub acaba de perder relevância porque ele é apenas mais um; mais um unsub típico dos inúmeros episódios fraquinhos que assistimos até hoje. E o que vem ao caso hoje é falar do duelo Hotch/Foyet. Ao contrário do que tantos temiam, Foyet não atirou em Hotch; ele fez muito pior. Foyet precisa subjugar Hotch, que até agora não tinha se abalado com seus jogos, e encontra um meio crudelíssimo para essa empreitada. Não é exagero, o termo é esse mesmo: crudelíssimo. As facadas repetidas, calculadas, executadas com precisão por Foyet no abdômen de Hotch pareciam estar sendo saboreadas. Isso, ele saboreava o som da lâmina na carne de Hotch, e o calor do sangue que vertia de seu corpo. Macabro. Perverso. Doente.Transtornador.

(Abro parênteses para a conotação sexual das facadas, que parece indiscutível na criminalística. Foyet questiona isso e eu não tenho conhecimento para argumentar em nenhum sentido. Dou apenas meu feeling de espectadora: há uma forte tensão sexual na cena em que Foyet, deitado em cima de Hotch, esfaqueia seu corpo repetidamente. Mas certamente haverá quem diga que sou eu que tenho o pensamento pervertido. Aguardo alguns esclarecimentos nos próximos episódios, mas por ora, para mim, Foyet tem inclinações homossexuais.)




Hotch, vítima de violência sexual de Foyet.

O souvenir que Foyet levou da casa de Hotch foi o endereço da Haley e, com isso, impôs a Hotch a maior das torturas: distanciamento absoluto da família até que a equipe consiga capturá-lo. Dá pena de Hotch, que percebe a semelhança entre o que ocorreu com Shaunessy, e o que pode ter pela frente – Foyet ditando o rumo de sua vida.




Foyet como The Reaper, em ação.

Falando da equipe, Rossi nesse momento teve mais uma grande demonstração de amizade, solidariedade e companheirismo. Prentiss sempre muito firme e decidida, exceto em relação ao Hotch, pois os roteiristas insistem em não assumir um clima de romance entre eles (então, por favor, decidam-se: ou eles fazem sexo como pessoas de verdade fariam, ou acabamos logo com esse assunto). Morgan ainda abalado por Foyet ter levado suas credenciais (supere capturando-o, ora pois!). Reid com justificativa para as muletas; JJ mais apagada do que nunca; Garcia sempre onisciente (personagem inspirada no Big Brother de Orwell??).

As shippers tiveram seus momentos de êxtase com Prentiss e Hotch no hospital. Quanto a mim, continuo a torcer para que ele consiga refazer sua família, após um divórcio tão precipitado (de uma mulher que ele admira, e com quem tem um filho tão amado), baseado apenas na distância da família que o trabalho lhe impôs.

Mas a temporada começou muito bem e estou bem animada, aguardando pelos próximos episódios, pelo que está por vir em relação a Foyet e a outros tantos unsubs ferozes e cruéis.

Até o 5x02.

www.twitter.com/celiakfouri

6 comentários:

Lee disse...

Célia!!!menina...saudade dos seus comentários...e de vc também.E voltou mais afiada e perspicaz do que nunca.Os seus comentários, para mim( além da função que toda crítica se propõe) sempre funcionaram como uma espécie de preenche lacuna para as coisas que eu deixei escapar ou não compreendi muito bem.
Bom, obriado por eles.

jackie disse...

Parabéns pelos seus comentários, como de praxe muito observadore!

Bom, não tenho muito o que falar pq considerei o epis. um tanto fraco para uma Season Premiere, mas como precisava dar um jeito no problema da perna do Reid, inventaram a história do Dr. Barton, que foi sem sal para nos fãs de CM.

De seus comentários o que mais adorei foi: "então, por favor, decidam-se: ou eles fazem sexo como pessoas de verdade fariam, ou acabamos logo com esse assunto". Como fã do casal, ao contrário de vc, espero que os roteristas ouça suas palavras e juntem logo Hotch e Emily...rsrs.

É bom voltar a comentar os epis. de CM com vc!!! Até o próximo episódio! =)

Bjs, Jackie.

Celia Kfouri disse...

Jackie e Lee!

Que bom ver seus comentários aqui. Eu estava sentindo falta desse nosso papo semanal aqui. Agora temos a 5a temporada pela frente para trocarmos idéias.

Desculpem a ausência de imagens, mas é que estou viajando e nao dei conta de postar as fotos com essa conexao aqui...

Capricho mais no próximo.

Até a semana,
Célia.

Grissom's Girl disse...

Olá!
Eu não conhecia você, te achei via Google (sempre ele).
Amei a season Premiere, estava muito intrigada em saber o que aconteceu a Hotch. Só agora estou conseguindo ver o começo de Criminal Minds e me espantou a semelhança do Hotch de agora e do Gideon do Series Pilot.
Ambos sofrendo de stress pós-traumático, ambos arriscando suas vidas inconsequentemente.
Eu amei seu comentário sobre Hotch e Prentiss e concordo com ele. A tensão sexual entre os dois é indisfarçável. Tomara que TPTB vejam os clamores dos shipper e façam algo logo!
Vou te seguir agora. Semanalmente!

Celia Kfouri disse...

Olá! Adoro novos comentários de novas pessoas que curtem CM. Welcome!

A primeira temporada de CM é genial e sei que muito discordam de mim, mas acho que a saída de Gideon foi uma grande perda para a série. E sim, há inúmeras semelhanças entre as du
as situações.

Anônimo disse...

Nossa voce é muito chata. Se nao gosta da série então pare de assistir.