domingo, 15 de novembro de 2009

[Dexter] 4.07 Slack Tide

Dois homens e um segredo...sujo**

Por Danielle M

Slack Tide, ou também conhecido como " O dia em que o Código Harry sofreu seu pior revés" . Durante quatro temporadas ele foi exaustivamente dissecado, já sabemos linha por linha as normas deste código. Conhecemos suas limitações, imposições e também que a cada momento em que Dex distanciava-se dele, alguma coisa muito errada acontecia. Mas lá estavam todos os elementos, como sempre. Harry guiando não como um flashback imutável do passado, mas uma onisciente consciência do agora. Dex seguiu o código, procurou pistas, teve todo o cuidado...mas a distração, ou melhor, a hierarquização dos seus desejos causou problemas. Tudo parecia irrefutável, mas o calhorda fotográfo Farrow era inocente! E com este gancho temos a promessa de uma reviravolta daquelas!

Mas antes, vamos a uma historinha. Era uma vez, dois serial killers que foram para a floresta sombria cortar árvores, levaram um machado e uma motosserra, pareciam maus, muito maus. Mas ao retornar de sua missão, o tio mais velho atropelhou um veado. Ficou estarrecido, não sabia como agir, perplexo e sem ação, ele observava compadecido o sofrimento do pobre animal. Mas um pacto sinistro começou. Ele assentiu e o tio Dex, tão mau quanto, matou sem dó o bichano, acabando o sofrimento das duas bestas.

Mal posso esperar para usar o caixão **


Interessante como uma sequencia que começou com uma observação jocosa de Dex, contando uma quase piada, transformou-se em um conto de fadas daqueles da Idade Média, sem concessões de lobo mau e bruxinhas. É o mal por ele mesmo, nada de metáforas e nem alegorias. Arthur está diferente. Um homem que mata inocentes, mas incapaz de cessar o sofrimento de um bicho, mas bem antes disso, ele já mostrava sinais de que algo estava errado. Impaciente, competitivo e irritado. Cadê aquele senhor gentil e disposto a ajudar? Dexter já conseguiu arrancar este homem da paz em que estava imerso? Afinal, construir um caixão com madeira rústica, diretamente tirada da floresta, com zelo e dedicação, pode-se dizer duas coisas: ou é para o próprio Trinity, já pressentindo o seu fim. Ou é para Dex, disfarce - ou desconforto - descoberto.



Como já havia cantando a pedra no episódio anterior, Dex acredita que tem ainda algo a aprender com Arthur, principalmente em relação a vida dupla familiar. Ele admira essa capacidade de conciliar de forma hamoniosa essa duplicidade. Por um momento até se esqueceu de Harry, talvez seja isso a causa de sua desatenção e pressa. Tonight is the night. Mas poderia esperar. Ser pai participativo, que conta histórias de terror (hahahah) no acampamento, colocar filho para dormir e sair para matar, hmm, não tinha como tudo dar certo. Parecia lista de supermercado. Mesmo seguindo os conselhos e repetindo as palavras sábias de Trinity, algo tinha que se perder. A única presença onisciente em sua vida, caro Dex, só pode ser Harry.

Neste episódio, o que a gente começava a temer já está desenhado. A relação entre Dex e Trinity vai precisar de uma definição. Debra está perigosamente perto. Dex matou um inocente, não será fácil lidar com isso daqui pra frente e, é claro, o inquisidor espectro de Doakes agora na forma de Quinn. Isso não ficaria de lado, desde o começo da temporada estávamos esperando este confronto. Faltam poucos episódios para o fim. Agora não há mais tempo a perder e a história central, Trinity, ganhará toda a atenção. Medo do que vem por aí. Dex sucumbirá de vez ao seu passageiro negro?

Olha, este ser ou não ser é o que espero há anos!

Cenas sitcom da semana em Dexter :P

-Dex: Manhãs com Trinity podem ser assassinas.
- Dex lançando a moda de como criar celebs instântaneas: "Nossa, aquele é o Quinn."
- Angel para LaGuerta: Pare de olhar minha bunda. Todos estão notando!
- Dex, com Angel e Qinn: A: Vamos achar outras partes do corpo. Dex: A cabeça seria uma boa.
-Dex para a família: Hey, vamos voltar, dead body!
-Dex arranjando ocupações para as crianças: Hmm, o que eu fazia quando tinha 12 anos? Ok, next.
- Dex ao ver as fotos de Farrow: Até eu fiquei perturbado com isso.
-Dex e a história de acampamento do outro papai: Isso não faz o menor sentido.
-Deb: Jesus de bicicleta!
-Deb e Dex, sobre Harry: Deb: Descobri quem papai comia. Dex(mentalmente): Minha mãe. Deb: Amanhã vou tomar café com ela. Dex(mentalmente): Ok, não é a minha mãe. Agora estou confuso.
-Dex e Harry na floresta: Harry: Passou a vida toda matando pessoas inocentes e agora não consegue matar um bambi?

**Fotos: Reprodução

/@Danna_

3 comentários:

Lee disse...

Eu estou ficando excessivamente tenso assistindo ao Dexter, não pelo que está rolando atualmente, mas pela expectativa do que vai acontecer até ao final da temporada atual.É por isso que não deveríamos ver "promos" e entrevistas de atores da série dando dicas ou pistas do que deverá acontecer.Dexter continua muitos pontos à frente de seus congêneres.
Pela excelência sucessiva de seus roteiristas a cada capítulo e pelas soberbas performance de alguns dos atores do elenco.
Pena mesmo que a atual temporada já seja a penúltima.
Danielle, parabéns pela perspicácia das suas observações.

roberta disse...

roberta badreddine.........................................................................................................................................................................................................................................................................................................

roberta disse...

roberta badreddine!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!