domingo, 29 de julho de 2007

[FNL] 1x07 Homecoming

Na tradicional festa de ex-alunos, a cidade recebe a visita do ex-capitão da saudosa conquista de Estadual para o Panthers. Tyra e Billy Riggins decidem planejar uma festa alternativa para lucrar uns trocados. Enquanto isso, Smash tem de encarar um olheiro que pode lhe colocar numa Universidade no próximo ano, mas ele acaba desapontando a todos numa péssima partida. Riggins, amparado pelo retorno de Streets ao campo como capitão honorário, tem então de assumir o ataque do time e levá-los à vitória.
10. E Voodoo parece ter ido de vez. Que pena...
9. Eu nunca fui ao Texas, nem cheguei perto, aliás. Mas posso dizer com base em filmes que assisti , que o estilo do Texas chega a nível bem próximo do real, principalmente pela atuação de Kyle Chandler, com seu sotaque característico. Chega a ser quase uma homenagem ao Estado.
8. Streets já está sentindo sua testa coçar. Ele pergunta a Lyla se ela tem visto Riggins bastante, e ela mente. Pra piorar, muda de assunto repentinamente, elogiando Streets por sua recuperação. Essa garota não aprende...
7. A visita do ex-jogador, Lucas Mize, tinha tudo para ser exemplar. Herói da conquista do campeonato pelos Panthers há alguns anos, em vias de tornar-se profissional e até aceitando desafios de Smash. Mas na verdade, a vida dele está aos cacos: contundiu-se, tem um filho pra criar e perdeu sua bolsa de estudos na Universidade. Resumindo, ele volta a Dillon pra pedir um emprego para Coach Taylor. Pena que nenhum dos jogadores souberam desses infortúnios de Mize, já que podia perfeitamente ser uma clarividência para eles.
6. Mais visitas na cidade, só para se ver quantos atores tiveram de contratar pra (não) salvar o roteiro desse episódio. Um olheiro vem procurando novos integrantes pra sua lista de possíveis universitários do próximo ano. Smash é o escolhido da vez, e ele fica sabendo disso, o que é terrível porque ele "joga" tanto falando que sobra pouco para mostrar em campo. Mesmo com todas os conselhos do técnico, ele deixa-se levar pelo espírito de exibição e acaba sendo uma decepção. Coach Taylor arranca o couro dele no intervalo. Ah, como são boas essas broncas de vestiário...
5. Tyra é atriz coadjuvante, mas principal em alguma outra série. Dessa vez ela apresenta a versão juvenil de "You're Invited" ao organizar uma festa num canto remoto da cidade. Os fatos são: 1) não dou a mínima para Tyra; 2) não dou a mínima para o irmão de Riggins (que ajudou a dividir os lucros da festa...); portanto, se é pros dois ficarem juntos que seja rápido e que não gaste quase 10 minutos do episódio.
4. E gastaram mais um tanto do episódio com a dúvida entre Jason ir ou não ao jogo. Ele é provavelmente o personagem que mais cresceu na trama, talvez por estar fora do eixo principal do futebol, e acho que ele continuaria bem nesse plano. Mas a contribuição dramática de Streets para a trama é notória, e na cena dele entrando a frente do time mostra como isso não deve ser explorado. É estressante e chato quando tentam me fazer forçadamente chorar. Homens não choram...
3. Finalmente, Matt resolveu tomar a iniciativa e pedir Julie em casamento. Mentira, mas em meio a tantos "err", "drr", "aaand" realmente pensei que ele chegaria a esse ponto. Julie não respondeu se aceitará o encontro, embora tenha ficado nitidamente emocionada com o "eye of the tiger" de Saracen.
2. Após ser rejeitado pelo olheiro, Smash recebe como resposta que ele teria de aumentar sua capacidade física. E o que isso significa? Sim, esteróides. Por mais previsível que isso tenha sido, finalmente Smash teve sua auto-confiança arranhada e o desenvolvimento dessas história, seguindo o padrão de roteiro do seriado, tem tudo para ser interessante.
1. Riggins deixa de beber e torna-se o herói da partida, e eu gostaria muito que essas duas coisas não estivessem relacionadas. Mesmo contabilizando o apoio de Streets à beira do gramado, parece até que os produtores receberam uma cartinha da FCC por encorajarem os adolescente à bebida. Nem precisava que Lyla tivesse chamado-o de patético, para ele perceber que sua perfomance no campo melhoraria se ele parasse de beber. Mas aí resolveram tomar uma medida drástica demais. Riggins ainda ganhou a bola de melhor jogador da partida e dedicou ao seu "melhor amigo", fazendo um discurso sobre como o time deve a Streets. Assim Riggins consegue cada vez mais despistar o desconfiado Streets.



e.fuzii

2 comentários:

Isabela disse...

Olá

Estou usando este espaço não para um comentário sobre o post, mas para proporuma parceria, já que não achei outro meio para isso.
Como dizia, eu gostei mto doblog e gostaria de fazer parceria. O meu:
http://ordinarypeoplediscover.blogspot.com/
Bem, e ele está apenas no começo.

Se estivere interessado, por favor, entre em contato pelo email: bebelacb@hotmail.com

Obrigada.

V i t o я. disse...

tava pensando aqui

Todas as série americanas tem um ep. chamado Homecoming

ou é impressão minha?