domingo, 12 de agosto de 2007

[Filme] O Primo Basilio


“O Primo Basílio”, livro do maior autor realista português Eça de Queiroz, além de já ter tido sua versão para a televisão brasileira (o melhor trabalho já realizado por Marília Pêra no papel da empregada Juliana) agora ganha sua versão para a telona.





Ambientado na cidade de São Paulo dos anos 50 (a trama original se passa no século XIX), Luísa (Débora Falabella) está casada com o engenheiro Jorge (Reynaldo Gianecchini), ausente do lar por estar envolvido na construção de Brasília. O reencontro de Luísa e seu primo Basílio (Fábio Assunção) coloca o casamento da jovem sonhadora em risco, já que ela se envolve num caso extraconjugal. Juliana (Glória Pires), sua invejosa governanta, descobre o romance proibido e faz de tudo para infernizar a vida de Luísa, ameaçando revelar seu segredo.

Débora Falabella como Luísa

A mistura de Eça de Queiroz com ares Rodriguianos é uma grata surpresa que quem ainda não acredita no cinema tupiniquim. Atores globais em personagens que jamais fariam na televisão, uma fotografia enxuta e uma Juliana humana e vingadora dos pobres e oprimidos dão a tônica neste filme de Daniel Filho.

Fábio Assunção como Basílio

Não pense que a Juliana é a mesma vivida por Marília Pêra na minissérie. No filme fica claro os motivos da amargura da empregada Juliana, que é mal tratada pelos patrões, e apenas deseja ter uma aposentadoria melhor, chegamos a torcer por ela. Glória Pires está irreconhecível como feia, mais um belo trabalho da atriz.

Glória Pires como Juliana


Finalmente o cinema Brasileiro amadurece, com uma adaptação desejosa e um elenco que nos faz sair dos cinemas com a sensação que o ingresso valeu à pena.

Reynaldo Gianecchini como Jorge


E para os fãs de Fábio Assunção: Aproveite e se delicie com as cenas de sexo entre Basílio e Luisa, com quase um nu frontal do ator, pena que a tela do cinema não era maior.

E para quem não lembra da minissérie, abaixo uma sequencia encontrada no YouTube.



Informações Técnicas

Título no Brasil: Primo Basílio

Título Original: Primo Basílio

País de Origem: Brasil

Gênero: Drama

Classificação etária: 16 anosT

empo de Duração: 100 minutos

Ano de Lançamento: 2007

Estréia no Brasil: 10/08/2007

Site Oficial: http://www.primobasilio.com.br/

Estúdio/Distrib.: Buena Vista

Direção: Daniel Filho


Elenco

Débora Falabella ... Luísa

Fábio Assunção ... Basílio

Glória Pires ... Juliana

Reynaldo Gianecchini ... Jorge

Simone Spoladore ... Leonor

Laura Cardoso ... Tia Vitoria

Gracindo Júnior ... Castro

Guilherme Fontes ... Sebastião

Ana Lúcia Torre ... Vizinha

Anselmo Vasconcelos ... Policial

Nilton Bicudo ... Reinaldo

Murilo Grossi ... Túlio

Zezeh Barbosa ... Joana

Jorge Luís Cardoso ... Luís Cláudio - novela

Alexandre Hendersen ... Namorado de Joana

Leo Wainer ... Outro médico

Jitman Vibranoski ... André

Anderson Mello ... Recepcionista

Mabel Cezar ... Eliana - novela


Trilha Sonora

“Saudades do Brasil”

Escrita por Antonio Carlos Jobim

“Apelo”

Escrita por Vinicius de Moraes e Baden Powel

Cantada por Dick Farney e Claudete Soares

“L'Eau a La Bouche” Escrita por Serge Gainsbourg

Davi




3 comentários:

Larissa disse...

Eu me surpreendi com o filme, já tinha lido o livro (por causa das minhas aulas de literatura), e achei que iriam descaracterizar a trama por conta de terem mudado a epóca e o local onde a história se passava no original....
Foi uma grata surpresa de um cinema nacional que está cada vez melhor
(vide O ano em que meus pais sairam de férias)!!

Caique Gonçalves disse...

Achei o filme muito fraco, só empolga porque a trama desenvolvida por Eça é muito boa. Se aproxima demais às novelas globais. A Globo Filmes precisa entender que Cinema e Novela são coisas bem distintas. Juliana com ares de comédia descaracteriza a essência da obra. no meu blog tem uma crítica sobre o filme.

Abraços

Supermulhermae disse...

Eu amei o filme + porem, não gostei do final, na minha opinião acho que ele deveria ter perdoado ela como ele perdoou,depois davam um tempo para dois e alguns dias depois eles voltariam,e teriam um lindo filho e eles seriam felizes para sempre.