sexta-feira, 31 de outubro de 2008

[CRIMINAL MINDS] 4X05 "Catching Out"






Um episódio bacana, sem dúvida superior ao anterior.

Achei bem bacana a explicação de alguns fundamentos do trabalho da BAU. Os 'apelidos' aos unsubs devem ser evitados, pois eles limitam a forma de enxergar o caso; uma equipe muito grande faz perder o foco, etc. Muito boa também a cena em que os três membros da equipe notam, ao mesmo tempo, os motivos pelos quais aquela casa seria um alvo ideal para um unsub desses, enquanto o investigador local não percebia nada.

Na verdade, a equipe toda estava afiada: Morgan e Rossi expondo aos detetives locais qual era a fantasia daquele a unsub, a transferência em relação ao dono da casa (a questão da troca das roupas...). Mas me surpreendi que não tivesse sido Reid, e sim Rossi, a fazer a associação com as rodovias. Achei que ele logo faria a associação... Por outro lado, foi muita presença de espírito de Rossi de passar pela máquina de vender doces antes de ir conversar com os andarilhos (sem-teto, whatever).
Também achei muito interessantes os símbolos usados na comunicação desses sem-teto. Interessantes e eficientes!

Os símbolos, nas pedras, na árvores...

Apenas em relação à Garcia eu achei que pesaram na mão (de novo!). Talvez eu é que seja limitada (já disse isso antes!), mas como fazer essa associação com a época da colheita, tão rápido, do nada? Pior, mais uma vez, ela conseguiu identificar o unsub com uma rapidez e certeza além do razoável! Anyway, ...

Quanto à trama em si, vejamos.
Um unsub invade casas no meio da noite, mata os donos e passa a noite lá. Dorme na cama da vítima, come sua comida, veste sua roupa, tudo para sentir-se como se fosse ele (o unsub) aquele outro (a vítima), nem que fosse só por algumas horas.

Alguns pontos me agradaram bastante. A fisionomia do unsub era muito sombria! Gostei muito da escolha do ator. Também gosto dessa ponderação entre o determinante do berço, e o que o meio faz com as pessoas. Eles não se aprofundaram muito na questão ( nem sei se seria oportuno) mas deram elementos para que, quem quisesse, voasse longe nos pensamentos. Essa coisa de ‘ter uma casa, uma cama’.... Acho essa questão muito delicada.


Mas o ponto alto, para mim, foram as cenas da Prentiss com o irmão do unsub. Ela estava muito bem (inclusive no seu espanhol), mas ele estava melhor ainda. Baita ator! Cenas comoventes, ainda mais pela delicadeza. Adorei.


É isso, um bom episódio que, eu imagino, abre caminho para um ainda melhor! Estou cheia de expectativas para o 4X06. Como já sabíamos por spoilers, o caso da semana que vem, fará Reid mergulhar em memórias adormecidas. Conheceremos novos elementos do passado dele − que estava genial nos seus comentários sobre e barriga da JJ, e as fases de desenvolvimento dos bebês! Será que ele terá, um dia, bebês-gênios, como disse a Prentiss??


Observações finais:
- Morgan mais Rambo do que nunca naquela luta em cima do trem!! Foi salvo pelo ‘sniper’ Hotchner!!!
- Morgan e Agent Todd: desnecessário e chatíssimo!!

Até a semana que vem.
Célia.

4 comentários:

jackie disse...

Engraçado, você não gostou muito do episódio anterior e eu sim, neste eu já não gostei muito e você gostou....hahaha. Como as coisas são, realmente temos pontos de vista e gostos diferentes sobre uma mesma coisa. E é que bom que isso aconteça para não ficar naquela melação.

Concordo com você a fisionomia do unsub era muito sombria! Foi ideal para representar a personalidade.

Agora, o apelido que a Prentiss deu para o ele também foi perfeito: "[b]cachinhos dourados[/b]", ótimo!!!

Até mais e nos vemos no próximo episódio!

Jackie (comunidade Criminal Minds)

Celia Kfouri disse...

Isso, Jackie! Podemos mostrar uns aos outros pontos-de-vista diferentes, em vez de ficarmos nos repetindo.

Quanto ao próximo episódio, acho que nós duas vamos achar melhor do que esses anteriores. Vamos torcer!

e.fuzii disse...

Andre Royo, sempre excelente.

Se não tivesse tanta coisa atrasada para assistir, até pegaria esse episódio...

Celia Kfouri disse...

Muito bom, mesmo.

E quando quiser começar a assistir CM, iremos adorar! Seria ótimo ouvir idéias suas. Mas sei que o fator tempo é complicado... Caso apareça um episódio realmente bom, vou sugerir!