sábado, 6 de outubro de 2007

[FNL] 2x01 Last Days of Summer

Após oito longos meses, voltamos a acompanhar nossa querida cidade de Dillon e seus habitantes. Já somos imediatamente apresentados a uma nova personagem: Gracie, que nem esperou seu tempo normal de gestação para juntar-se à família Taylor. Isso faz com que Coach Taylor tenha de vir voando (literalmente) de Austin para acompanhar o parto de Tami. É a primeira vez que ele volta a Dillon, e podemos ver como a casa dos Taylor não é a mesma sem ele. Julie agora está trabalhando como salva-vidas, além de flertar com seu companheiro de trabalho, enquanto namora Matt Saracen.
O time está de volta à ativa com um novo técnico, linha dura, que promete ser um grande obstáculo para Riggins. Lyla converteu-se e agora só fala em nome de Cristo. Tyra continua sendo assombrada pelo pervertido que a tentou violentar, enquanto tenta lidar com a sutil arte da conquista de Landry.
5. Eu sei o que vocês fizeram no verão passado. Pensei que teríamos uma ceninha Death Proof pelo menos, mas Tyra resolveu fugir, e duas vezes. Mas a maior surpresa desse início de temporada foi, com certeza, o assassinato do pervertido que perseguia Tyra. Tudo em legítima defesa, é verdade, mas às vezes é isso que falta na educação dos jovens: saberem até onde eles estão amparados pelas leis. Bom, mas vemos em filmes que até adultos vêem-se obrigados a livrarem-se do corpo, não há razão nenhuma para condenar os dois. Claro, foi estúpido e para piorar só se eles pulassem e morressem afogados. Mas tudo bem, ainda não precisamos nos preocupar por essa história ser um imenso clichê, já que os roteiristas sempre souberam trabalhar com isso.
4. Broken Home, Broken Heart. Buddy Garrity tenta recuperar sua família, talvez a única coisa que ainda lhe importe na vida. E para isso ele conta com a ajuda de Lyla, que é a principal vítima do lar destruído dos Garrity. Vejam bem, ela poderia estar matando, poderia estar roubando, mas ela resolveu abraçar Cristo e renascer nessa temporada. Bom é que Tim Riggins promete lembrá-la assim que possível de todas as libertinagens do passado.
3. Amnesia? O que fizeram com Matt? Ou melhor, o que não fizeram? Parece que ele bateu a cabeça durante o verão. Ou estava viajando e voltou alguns dias atrás. Afinal, ele espera por Julie pa...ci...en...te...men...te... e não dá sequer um telefonema. Sei que a comunicação não é seu forte, mas vamos lá, não dá pra desistir desse jeito, capitão.
2. Tal mãe, tal filha. Parece que um furacão passou pela vida de Julie. Se antes ela era filha única, hoje já tem uma irmã. Sua casa não é mais perfeita como antigamente, e ela já parece enjoada de todo esse ambiente de futebol. Tanto que ela virou salva-vidas, e agora investe num amor de verão. E, claro, totalmente oposto a Matt, o que significa encrenca. Só espero que agora que ela descobriu que ele está comprometido, ela não invista em... Riggins. Como Coach Taylor disse: "É apenas mais um garoto".
1. Grito em silêncio. Sim, ainda temos o casal mais bem retratado da televisão. A imagem de Tami como a mulher sexy, sincera, dedicada e sensível já virou passado quando Eric Taylor resolveu seguir sua carreira em Austin. A Tami que conhecemos, tão articulada e segura de si, hoje já percebe que não adianta lutar por aquilo que ela mesma escolheu. Chegamos então, até a presenciar uma tentativa de aproximação de Coach Taylor, mas ela permanece calada e, segurando as lágrimas, desaba após ele sair. Juro, ficou difícil segurar as lágrimas aqui desse lado também.



e.fuzii

Um comentário:

mb disse...

achei este episodio exelente mesmo! 9.5/10