quinta-feira, 8 de novembro de 2007

[Lost] 4º temporada só em 2009. Será?

Olá!

Depois de eu cogitar aqui que Lost poderia ter outra Premier por causa da greve de roteiristas na quarta temporada, recebo outra notícia que me deixou de cabelos em pé e com vontade de explodir tudo.

O co-produtor de de Lost, Carlton Cuse em entrevista à revista TV Guide, falou que caso a greve não acabe em tempo, Lost não estreará no mês de fevereiro, podendo ter a sua estréia adiada para o segundo semestre de 2008 ou numa possibilidade pior ainda, só em Fevereiro de 2009.

Carlton já deixou claro que não deseja interromper a quarta temporada e embora haja um gancho ao final do oitavo episódio, Carlton diz que é como um livro: "O episódio oito é como um final de capitulo de um livro e não o final dele. Não escrevemos o fim do episódio pensando numa greve, mas sim escrevemos o fim do episódio para ser simplesmento o fim do episódio oito".

Isso está me cheirando muito mal, se a série só retornar no segundo semestre de 2008 muitos fãs não vão acompanha-la e se ela só retornar em 2009 será um desastre total.

Eu estou acendendo velas para que JACOB dê um jeito nisso, acenda as tuas também, ok?
Alguns números sobre a greve:
  • Economistas estimam que uma greve da mesma duração que a de 1988 pode resultar em perdas de ao menos US$ 1 bilhão (R$ 1,7 bilhões). Uma greve como a de 1988 pode gerar perdas de mais de US$ 1 bi.

  • A indústria do cinema e da televisão emprega mais de 200 mil pessoas -- entre atores, diretores, eletricistas, motoristas de caminhão, entre outros profissionais.

  • Cinema e TV geram cerca de US$ 30 bilhões (R$ 52,4 bilhões) em atividade econômica anual apenas para o Condado de Los Angeles.

  • Os roteiristas exigem receber pela venda dos trabalhos como via downloads e também 2,5% em ganhos brutos.

  • O mercado de venda de episódios de TV e de filmes pela internet vem crescendo nos EUA e a previsão é de que fature US$ 315 milhões (R$ 551 milhões) em 2007 e que chegue a US$ 1,2 bilhão (R$ 2 bilhões) em 2011, segundo a PricewaterhouseCoopers.

  • Pagamentos a roteiristas e associados somam mais de US$ 100 milhões (R$ 174,9 milhões) por ano, de acordo com a indústria do entretenimento. O sindicato informa que cerca de metade desta valor fica com os roteiristas de "classe média", que formam a base da WGA.

    Até o próximo post,



Davi Godoy

4 comentários:

Séries é Aqui disse...

puts kra. eu tb postei essa reportagem no blog tb fikei d kblo em pé. imagina so ja esperams um bom tempo a agora q começo anda mais rapido eles vao kerer adiar d novo. ninguem merce....

Mais passa lá?
serieseaqui.blogspot.com

Daniel Vaz disse...

Davi,

pode ficar tranquilo porque a ABC já confirmou que mesmo essa greve demorando eles irão exibir os episódios prontos, aqueles oito. Eles não pensam em adiar a premiere do quarto ano. E excelente post esse, nada melhor do que exclarecer as perdas nessa greve. A causa é justa, os roteiristas merecem o que estão pedindo, mas é foda ter que pensar em atraso.

Comentarista Dani Mística disse...

Horror a miguxês.

Eu apoio a greve! Go writers, GO!

Comentarista Fuzii disse...

Ah, eu também estou de acordo.

Enfim, comecem a procurar os telefones de seus antigos amigos e reestabelecer algum contato social, porque isso vai longe...